sicnot

Perfil

Mundo

Primeiras projeções apontam para vitória do "não" na Grécia

As primeiras projeções divulgadas pelas televisões gregas após o fecho das urnas para o referendo de hoje apontam para uma vitória do "não" por escassa margem.

© Alexandros Avramidis / Reuter

Segundo o jornal britânico The Guardian, uma primeira projeção, do instituto Metron, atribui 49% dos votos ao "não" e 46% ao "Sim".

Outra, do instituto GPO, dá 46% a 51% ao "não" e 46,5% a 50,5% ao "sim". Uma terceira, da Mark, atribui 49% a 54% ao "não" e 45% a 50,5% ao "sim". A quarta, do instituto MRB, dá 49% a 54% ao "não" e 46% a 51% ao "sim".

Estas projeções foram realizadas a partir de entrevistas telefónicas feitas ao longo do dia de hoje.

Segundo a agência de notícias grega AMNA, a participação eleitoral foi de cerca de 65%, sensivelmente a mesma registada nas eleições legislativas de janeiro.

Cerca de 10 milhões de eleitores foram chamados a votar hoje em referendo sobre se aceitam ou não as medidas de austeridade propostas pelos credores internacionais em troca de ajuda financeira à Grécia.

 

Lusa

  • Incêndios em Portugal - um mês depois
    9:10

    Reportagem Especial

    Regressar a casa para refazer a vida é tudo o que querem as famílias a quem o fogo levou quase tudo, há cerca de um mês. Contudo, esse regresso não tem sido fácil. Depois dos incêndios, famílias e empresas ainda têm de vencer as burocracias. A Reportagem Especial deste sábado regressa a Seia, onde arderam mais de 70 casas de primeira habitação e onde a vida de muitos parece ter entrado num impasse.

  • CIP contra 600€ de salário mínimo, ameaça boicatar iniciativas do governo
    1:28

    Economia

    O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) está contra o aumento do salário mínimo para 600€. Em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, o presidente António Saraiva considerou a proposta "uma luta partidária" dos comunistas com o Bloco de Esquerda" e ameaça boicotar a presença em iniciativas publicas, promovidas pelo executivo.