sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 61 o número de mortos em naufrágio nas Filipinas

O número de mortos devido ao naufrágio da embarcação filipina Kim Nirvana, ocorrido na quinta-feira, devido a excesso de carga, elevou-se para 61, segundo o último balanço hoje apresentado pelas autoridades locais. 

© Stringer Philippines / Reuter

"O número de mortos é maior do que aquilo que esperávamos", atendendo às listas oficiais de passageiros, disse o chefe do serviço da guarda costeira local, Pedro Tinampay, recusando pronunciar-se acerca da eventual presença de outros corpos no 'ferry'.

O barco de 33 toneladas, que fazia a ligação de Ormoc às ilhas Camotes, transportava também várias toneladas de cimento, arroz e adubos que foram amarrados incorretamente o que terá provocado o seu desequilíbrio.

O proprietário do navio, o seu capitão e 17 membros da tripulação foram acusados de homicídio voluntário.   

Os acidentes marítimos são frequentes nas Filipas, um arquipélago com mais de 7.100 ilhas, em que os 'ferries' são um dos principais meios de transporte.

 

 

 

 

Lusa

 

  • Kikas faz história
    1:22
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Hindus pedem a troca de nome da cerveja brasileira Brahma

    Mundo

    Um grupo de hindus pediu a mudança da marca de cerveja Brahma, propriedade da multinacional cervejeira Anheuser-Busch InBev, com sede em Lovaina, na Bélgica, argumentando que é inapropriado uma bebida alcoólica ter o nome que um deus hindu.

  • Manuais oferecidos aos alunos do 1.º ano não podem ser reutilizados
    2:42

    País

    As escolas querem que sejam devolvidos aos alunos os manuais do 1.ºo ano que foram dados gratuitamente pelo Estado para serem reutilizados nos próximos anos. A Associação de Diretores de Agrupamentos diz que os livros estão praticamente todos em bom estado, mas da forma como são feitos pelas editoras é impossível voltar a usá-los. As escolas querem que o Executivo chegue a um entendimento com as editoras para conceber manuais reutilizáveis.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.