sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 61 o número de mortos em naufrágio nas Filipinas

O número de mortos devido ao naufrágio da embarcação filipina Kim Nirvana, ocorrido na quinta-feira, devido a excesso de carga, elevou-se para 61, segundo o último balanço hoje apresentado pelas autoridades locais. 

© Stringer Philippines / Reuter

"O número de mortos é maior do que aquilo que esperávamos", atendendo às listas oficiais de passageiros, disse o chefe do serviço da guarda costeira local, Pedro Tinampay, recusando pronunciar-se acerca da eventual presença de outros corpos no 'ferry'.

O barco de 33 toneladas, que fazia a ligação de Ormoc às ilhas Camotes, transportava também várias toneladas de cimento, arroz e adubos que foram amarrados incorretamente o que terá provocado o seu desequilíbrio.

O proprietário do navio, o seu capitão e 17 membros da tripulação foram acusados de homicídio voluntário.   

Os acidentes marítimos são frequentes nas Filipas, um arquipélago com mais de 7.100 ilhas, em que os 'ferries' são um dos principais meios de transporte.

 

 

 

 

Lusa

 

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.