sicnot

Perfil

Mundo

Morre, aos 112 anos, o japonês que era o homem mais velho do mundo

O japonês Sakari Momoi, reconhecido pelo Guiness como o homem mais velho do mundo, morreu em Tóquio, aos 112 anos de idade, informou a imprensa nipónica.

reuters

Sakari Momoi nasceu a 05 de fevereiro de 1903 na localidade de Minamisoma (prefeitura de Fukushima, no centro do Japão), e tinha sido referido pelo Guiness como o homem mais velho do mundo em agosto do ano passado. 

O homem morreu no domingo, segundo a estação de televisão pública NHK. 

Momoi passou os últimos anos de vida num lar em Tóquio e há uma semana tinha sido hospitalizado devido a uma insuficiência renal crónica, a qual causou a sua morte, segundo as autoridades da prefeitura de Saitama.

Sakari Momoi celebrou o 112.º aniversário a 05 de fevereiro rodeado pela família no lar onde residia e segundo a imprensa local levou uma vida tranquila, tendo trabalhado como professor e exercido funções de diretor em centros educativos das prefeituras de Fukushima e Saitama. 

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • Manifestações de apoio aos pais de Alfie impedidos de o levar para Itália
    3:03

    Mundo

    A justiça britânica rejeitou um novo recurso dos pais do bebé Alfie, que está em estado semivegetativo. O objetivo era levar o menino para Itália, para ser assistido numa unidade pediátrica no Vaticano. Os pais não querem que as máquinas sejam desligadas, mas os médicos defendem que os tratamentos são inúteis.