sicnot

Perfil

Mundo

Morre, aos 112 anos, o japonês que era o homem mais velho do mundo

O japonês Sakari Momoi, reconhecido pelo Guiness como o homem mais velho do mundo, morreu em Tóquio, aos 112 anos de idade, informou a imprensa nipónica.

reuters

Sakari Momoi nasceu a 05 de fevereiro de 1903 na localidade de Minamisoma (prefeitura de Fukushima, no centro do Japão), e tinha sido referido pelo Guiness como o homem mais velho do mundo em agosto do ano passado. 

O homem morreu no domingo, segundo a estação de televisão pública NHK. 

Momoi passou os últimos anos de vida num lar em Tóquio e há uma semana tinha sido hospitalizado devido a uma insuficiência renal crónica, a qual causou a sua morte, segundo as autoridades da prefeitura de Saitama.

Sakari Momoi celebrou o 112.º aniversário a 05 de fevereiro rodeado pela família no lar onde residia e segundo a imprensa local levou uma vida tranquila, tendo trabalhado como professor e exercido funções de diretor em centros educativos das prefeituras de Fukushima e Saitama. 

  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas infetadas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32