sicnot

Perfil

Mundo

Morre, aos 112 anos, o japonês que era o homem mais velho do mundo

O japonês Sakari Momoi, reconhecido pelo Guiness como o homem mais velho do mundo, morreu em Tóquio, aos 112 anos de idade, informou a imprensa nipónica.

reuters

Sakari Momoi nasceu a 05 de fevereiro de 1903 na localidade de Minamisoma (prefeitura de Fukushima, no centro do Japão), e tinha sido referido pelo Guiness como o homem mais velho do mundo em agosto do ano passado. 

O homem morreu no domingo, segundo a estação de televisão pública NHK. 

Momoi passou os últimos anos de vida num lar em Tóquio e há uma semana tinha sido hospitalizado devido a uma insuficiência renal crónica, a qual causou a sua morte, segundo as autoridades da prefeitura de Saitama.

Sakari Momoi celebrou o 112.º aniversário a 05 de fevereiro rodeado pela família no lar onde residia e segundo a imprensa local levou uma vida tranquila, tendo trabalhado como professor e exercido funções de diretor em centros educativos das prefeituras de Fukushima e Saitama. 

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47