sicnot

Perfil

Mundo

Detidos dois líderes da oposição no Uganda candidatos às presidenciais

A polícia do Uganda deteve hoje dois líderes da oposição que são também candidatos às presidenciais do próximo ano, nas quais deverão enfrentar o veterano Presidente do Uganda, Yoweri Museveni.

O líder do partido Fórum para a Mudança Democrática, Kizza Besigye, à esquerda, detido numa manifestação em 2012.

O líder do partido Fórum para a Mudança Democrática, Kizza Besigye, à esquerda, detido numa manifestação em 2012.

© James Akena / Reuters

O antigo primeiro-ministro Amama Mbabazi foi preso na zona central do Uganda, enquanto o líder do partido Fórum para a Mudança Democrática, Kizza Besigye, foi preso na sua casa nos arredores da capital, reportou o jornal estatal New Vision, citado pela AFP.

Ambos foram presos antes da sua participação em comícios que tinham planeado, acrescenta a agência de notícias, que dá conta ainda de que Museveni, o Presidente que lidera do país desde 1986, já recebeu o apoio do partido no poder - Movimento de Resistência Nacional.

No entanto, Mbabazi, antigo aliado do Presidente, anunciou em junho que iria desafiar o veterano presidente de 70 anos, desencadeando críticas do Governo, que notou que muitos das críticas feitas pelo antigo primeiro-ministro têm origem no seu mandato enquanto secretário-geral do partido.

Lusa

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.