sicnot

Perfil

Mundo

ONU anuncia "pausa" no conflito no Iémen para assistência humanitária

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou hoje uma "pausa incondicional" no conflito em curso no Iémen para proceder à assistência humanitária, num dia em que morreram pelo menos 36 rebeldes xiitas. 

Hani Mohammed

A "pausa" vai acontecer entre as 23:59 de sexta-feira (21:59 em Lisboa) e o fim do Ramadão, previsto para 17 de julho.

Segundo as Nações Unidas, que reclamam uma trégua há várias semanas para poderem garantir assistência à população iemenita, a situação humanitária decorrente dos combates que opõem uma coligação militar de países árabes e grupos rebeldes xiitas atingiu um ponto crítico. 

"É imperativo e urgente que a ajuda humanitária chegue a todas as pessoas vulneráveis no Iémen, sem entraves", frisou Stéphane Dujarric, porta-voz da ONU. 

O presidente iemenita, Abd Rabbo Mansur Hadi, forçado ao exílio na Arábia Saudita, "transmitiu o seu acordo" à "pausa" nas ações da coligação liderada pela Arábia Saudita, indicou Stéphane Dujarric.

Por seu lado, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, recebeu "garantias" da parte das milícias xiitas e seus aliados de que "a pausa será totalmente respeitada". 

Hoje, segundo fontes militares e de segurança, pelo menos 36 rebeldes xiitas foram mortos em ataques levados a cabo pela coligação árabe, no Sul do Iémen.

"Esperamos que todas as partes implicadas no conflito respeitem a pausa humanitária", sublinhou Dujarric.

Esta não é a primeira trégua pedida pelas organizações internacionais. A anterior durou cinco dias, mas os combates foram retomados logo a seguir.

Desde 26 de março que uma coligação de países árabes combate os rebeldes xiitas, que, apoiados pelo Irão e por forças leais ao ex-presidente iemenita Ali Abdallah Saleh, tomaram controlo de uma significativa parte do Iémen, incluindo a capital, Sanaa.

Lusa

  • Continuam combates no Iémen entre mílicias xiitas e forças governamentais
    0:55

    Mundo

    Continuam os combates no Iémen entre as mílicias xiitas apoiadas pelo Irão e as forças governamentais. Há relatos de confrontos no sul, apesar do anúncio, ontem, do fim da campanha aérea da coligação liderada pela Arábia Saudita. Barack Obama advertiu o Irão face a um eventual fornecimento de armas aos rebeldes. Hoje, o Presidente do Irão continua a negar qualquer envolvimento e voltou a apelar a uma solução negociada para alcançar a paz na região.

  • Conflito no Iémen fez 944 mortos e 3.487 feridos num mês
    2:00

    Mundo

    A violência no Iémen matou 944 pessoas e fez 3.487 feridos desde meados de março. Os dados foram hoje divulgados pela Organização Mundial de Saúde. Também hoje a Organização Internacional para as Migrações anunciou que suspendeu temporariamente a evacuação de estrangeiros do país, por causa da falta de segurança.

  • Estados Unidos anunciam que meios da marinha vão ser enviados para costa do Iémen
    1:47

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram que meios da marinha americana vão ser enviados para a costa do Iémen para operações de segurança marítima. O anúncio do Pentágono surge no dia em que os bombardeamentos à capital do Iémen fizeram pelo menos 25 mortos e 400 feridos.Os dados são da agência noticiosa estatal iémenita. No país está em curso uma ofensiva contra os xiitas huthis que tomaram a capital Sanna e reivindicam o poder no país. Trata-se de uma coligação militar árabe, liderada pela Arábia Saudita que nas últimas semanas tem feito raides aéreos. Os desta segunda-feira foram dos mais intensos.

  • Inglaterra estreia-se com vitória suada frente à Tunísia

    Mundial 2018 / Tunísia

    A seleção inglesa estreou-se no Mundial 2018 com um triunfo sobre a Tunísia por 2-1, com o golo da vitória a ser apontado já para lá do minuto 90. O jogo foi referente à 1.ª jornada do grupo G. Veja aqui os golos e os lances que marcaram o encontro.

  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC