sicnot

Perfil

Mundo

Coligação liderada pelos EUA realiza 29 ataques aéreos no Iraque, perto de Ramadi

A coligação internacional liderada pelos Estados Unidos para deter os jihadistas realizou 29 ataques aéreos contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI) perto de Ramadi, capital da província iraquiana de Al-Anbar, segundo um comunicado hoje divulgado.  

© STRINGER Iraq / Reuters

"Perto de Ramadi, 29 raides aéreos atingiram 67 zonas de concentração do EI", destruindo nomeadamente um veículo e um transporte de tropas blindado, indicou a coligação.

Os ataques, em número particularmente elevado, ocorreram nas últimas 24 horas, na véspera de uma nova operação no terreno das forças de segurança iraquianas para reconquistar a província de Al-Anbar, em particular as suas duas principais cidades, Ramadi e Fallujah.

Esta operação foi anunciada hoje de madrugada pelo comando do exército iraquiano, sem fornecer mais pormenores.

"As vossas forças armadas, a Mobilização Popular (Hachd al-Chaabi, milícias principalmente xiitas), as forças especiais, a polícia federal e membros de tribos lançaram as operações de libertação e estão a avançar para os alvos definidos", indicou apenas.

As forças governamentais recuperaram o controlo de duas aldeias da província, Albu Chikhel e Chiha, ao EI, que controla a maior parte desta vasta região situada a oeste de Bagdad, indicou hoje um responsável da segurança.

Os arredores de Fallujah e Ramadi, bastiões da província de Al-Anbar, são há meses palco de combates entre os combatentes do Estado Islâmico e tropas governamentais.

Em maio, essas forças perderam os últimos setores que ainda controlavam em Ramadi, entregando ao EI a sua segunda capital provincial iraquiana depois de Mossul.

Pouco tempo depois, as autoridades anunciaram uma operação para reconquistar a cidade e a província. Apelaram para o resgate a Mobilização Popular, sobretudo composta por milícias xiitas apoiadas pelo Irão e que tinham até então mantido à margem dos combates em Al-Anbar, uma província maioritariamente sunita, por temor de tensões religiosas.

A coligação dirigida pelos norte-americanos realizou mais de 5.200 ataques aéreos desde o lançamento da sua campanha contra o grupo extremista Estado Islâmico, há quase um ano.

Só no domingo, foram realizados 38 ataques aéreos no Iraque.

Lusa

  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.