sicnot

Perfil

Mundo

Descoberto aglomerado de vulcões submersos ao largo de Sidney

Um aglomerado de vulcões submersos, com potencial para ajudar a desvendar os segredos do fundo do mar entre a Austrália e a Nova Zelândia, foi descoberto ao largo de Sidney, informaram hoje cientistas.

© TIM WIMBORNE / Reuters

Os quatro vulcões inativos, que se estendem por uma área de 20 por seis quilómetros, a 4.900 metros de profundidade, foram localizados a aproximadamente 250 quilómetros da costa da maior cidade australiana.

O conjunto, que se estima que tenha 50 milhões de anos, foi encontrado no mês passado durante uma expedição científica.

Estes vulcões "vão contar parte da história de como a Nova Zelândia e a Austrália se separaram há cerca de 40-80 milhões de anos e vão agora ajudar os cientistas a direcionar a futura exploração do fundo do mar para desvendar os segredos da crosta terrestre", afirmou Richard Arculus, especialista em vulcões da Universidade Nacional Australiana, citado pelas agências internacionais.

A descoberta foi feita durante uma expedição científica, realizada entre 03 e 18 de junho, liderada por Iain Suthers, da Universidade de Nova Gales do Sul, a qual envolveu 28 cientistas de várias universidades australianas, neozelandesa, norte-americanas e canadianas.

"Foi um tremendo sucesso", disse Iain Suthers, referindo-se à descoberta do aglomerado de vulcões, mas também ao resultados da investigação, a qual versava as larvas das lagostas.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC