sicnot

Perfil

Mundo

Obama torna-se o primeiro Presidente dos EUA a visitar uma prisão do país

Barack Obama tornou-se hoje o primeiro Presidente dos Estados Unidos em funções a visitar uma prisão federal do país, numa altura em que está a tentar reformar o dispendioso e sobrepovoado sistema correcional norte-americano.

© Kevin Lamarque / Reuters

Obama chegou à Instituição Federal de Correção de El Reno, no estado de Oklahoma, onde se encontrará com responsáveis do estabelecimento e reclusos e falará sobre as reformas propostas.

Quase um quarto da população prisional mundial está concentrado nas prisões norte-americanas, embora os Estados Unidos tenham menos de 5% da população mundial.

O chefe de Estado quer reduzir o número de pessoas encarceradas, bem como limitar o recurso à solitária e acabar com as sentenças mínimas obrigatórias.

"O nosso sistema de justiça criminal não é tão inteligente como deveria ser: não está a manter-nos tão seguros como deveria, não é tão justo como deveria ser. O encarceramento maciço deixa o nosso país pior", defendeu esta semana, depois de comutar as penas de 46 infratores da lei antidroga não-violentos.

Os Estados Unidos têm tantas pessoas na prisão como a soma dos maiores 35 países da Europa, verificando-se a existência de um número desproporcional de negros e hispânicos atrás das grades.

Os negros e os hispânicos representam 60% da população prisional no país, ao passo que apenas cerca de 30% dos reclusos são brancos.

O sistema prisional norte-americano sofreu uma explosão nos custos. Estimado em 80 mil milhões de dólares (73,5 mil milhões de euros), o orçamento para as prisões representa um terço da despesa anual do Departamento da Justiça.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.