sicnot

Perfil

Mundo

Poluição na China diminuiu, mas ainda aquém dos padrões de qualidade, diz Greenpeace

O nível de poluição nas cidades chinesas baixou no primeiro semestre de 2015, mas a qualidade do ar permanece muito aquém dos padrões globais e nacionais, segundo a avaliação difundida hoje pela organização ambientalista Greenpeace.

reuters

A densidade média de partículas PM2.5 - as mais suscetíveis de se infiltrarem nos pulmões - diminuiu 16% em 189 cidades e aumentou em apenas 18, refere a Greenpeace, citando os dados das agências especializadas do governo.

Em Pequim, entre janeiro e junho deste ano, a densidade das PM2.5 caiu 15,5% em relação a igual período de 2014, para 77,8 microgramas por metro cúbico - o triplo do limite fixado pela Organização Mundial de Saúde e acima dos 35 microgramas por metro cúbico estabelecidos pelos governos da China e outros países.

Hoje ao meio-dia (05:00 em Lisboa), a densidade daquelas partículas na atmosfera da capital chinesa atingia os 92 microgramas por metro cúbico e a qualidade geral era considerada "nociva".

O outro indicador da poluição que diminuiu em Pequim no primeiro semestre de 2015 diz respeito ao dióxido de sulfúreo (menos 42,6%) e à escala nacional, o nível de dióxido de carbono baixou 18%, salientou também a Greenpeace.

Nos últimos anos, a poluição tornou-se uma das principais fontes de descontentamento popular na China, a par da corrupção e das crescentes desigualdades sociais.

Em março de 2014, o novo primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, anunciou que o governo ia "declarar guerra à poluição" e alertou que "a natureza já lançou um alerta vermelho contra o modelo de ineficiente e cego desenvolvimento".

"Iremos declarar guerra à poluição e iremos combatê-la com a mesma determinação com que lutámos contra a pobreza", disse Li Keqiang.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.