sicnot

Perfil

Mundo

Soyuz faz acoplagem com êxito à Estação Espacial Internacional

A nave tripulada russa Soyuz TMA-17M acoplou-se hoje com êxito à Estação Espacial Internacional (EEI), informou o Centro de Controlo de Voos Espaciais da Rússia.

YURI KOCHETKOV / Lusa

A acoplagem ocorreu às 5:46 de Moscovo (03:46 em Lisboa) em modo automático.

A bordo da Soyuz chegaram à EEI o russo Oleg Kononenko, o norte-americano Kjell Lindgren e o japonês Kimiya Yui.

O voo da nave russa até à EEI durou pouco menos de seis horas, já que foi utilizada a chamada trajetória rápida, que permite à Soyuz alcançar a estação depois de dar apenas quatro voltas à Terra.

As escotilhas vão ser abertas depois de se confirmado o hermetismo da acoplagem e de se igualar a pressão da Soyuz à da EEI, processo que habitualmente leva várias horas.

Os recém-chegados vão juntar-se aos atuais três tripulantes da estação: aos russos Mijail Kornienko e Gennadi Padalka, e ao astronauta da NASA, Scott Kelly.

Um porta-voz da agência espacial russa Roscomos citado pela agência oficial RIA Novosti indicou que durante o voo o painel solar esquerdo da nave não abriu, mas esclareceu que apenas um dos dois painéis garante a energia necessária para o funcionamento da Soyuz.

Situação idêntica ocorreu em setembro de 2014, com a Soyuz TMA-14M, que também acoplou sem problemas à EEI.

A chegada da Soyuz TMA-17M tem lugar comn dois meses de atraso devido a problemas registados recentemente no programa espacial russo, em particular, a perda, em abril último, da nave de carga Progress, que transportava suprimentos para a plataforma orbital.

A Estação Espacial Internacional, um projeto de mais de 100.000 milhões de dólares em que participam 16 nações, orbita a uma velocidade de mais de 27.000 quilómetros por hora, a uma distância de 400 quilómetros da Terra.

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.