sicnot

Perfil

Mundo

Mais 290 pessoas alegadamente ligadas a organizações terroristas detidas na Turquia

A polícia turca deteve 290 pessoas numa nova fase da operação iniciada na sexta-feira contra o grupo Estado Islâmico (EI), o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e outras células marxistas, informou hoje a agência noticiosa turca, Anatólia.

© Murad Sezer / Reuters

A detenção destas pessoas "eleva para 1.050 o total de detidos na operação", divulgou hoje em comunicado o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, na sua página na Internet.

Segundo os números apresentados pela Anatólia, os detidos provêm maioritariamente da esquerda curda, tanto do sudeste do país como das cidades de Istambul, Izmir e a capital, Ancara, onde foram presos mais 15 suspeitos de ligações ao EI, entre os quais 11 cidadãos estrangeiros.

Diversas detenções tiveram ainda lugar em Istambul, referiram vários órgãos de comunicação local, tendo a CNNTurk salientado que polícias à paisana prenderam violentamente em Esmirna três jovens que se manifestavam com um cartaz onde se lia "Lutamos pela paz".

Nessa detenção foi ainda preso um transeunte que pediu moderação aos agentes da polícia, acrescentou a emissora.

Lusa

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".