sicnot

Perfil

Mundo

Campanha europeia quer proibir testes em animais para produtos de higiene doméstica

Organizações de proteção dos animais lançaram hoje uma campanha europeia que visa proibir os testes em animais para produtos de higiene doméstica, uma iniciativa que será desenvolvida em Portugal pela associação Animal.

© Pring Samrang / Reuters

A campanha promovida pela Coligação Europeia para a Abolição das Experiências com Animais (CEAEA), da qual faz parte a Animal, pretende colocar a questão dos testes em animais para produtos de higiene doméstica na agenda política da União Europeia (UE), tendo como "objetivo final" a "proibição europeia destes testes".

Para isso, pretende angariar o apoio de eurodeputados, da Comissão Europeia e dos Governos dos vários estados-membros, refere a associação portuguesa em comunicado.

A Animal lembra que em março de 2013, "depois de 20 anos de 'lobbying'", a coligação europeia liderou, com sucesso, a campanha pela proibição do uso de animais em experiências com fins cosméticos na UE.

"O nosso objetivo agora é conseguir o mesmo com os produtos de higiene doméstica", afirma Rita Silva, da Animal, sublinhando que "coelhos, porquinhos-da-índia, hamsters, ratos e outros animais sofrem e morrem para testar ingredientes que todos os dias se usam em detergentes da louça, da roupa, ambientadores e 'sprays' de limpeza para a casa de banho.

Estas experiências incluem testes de toxicidade em que os animais são forçados a engolir altas doses de substâncias tóxicas ou serem expostos a elas.

"Os efeitos vão desde vómitos e convulsões a hemorragias internas e falhas dos órgãos. Mesmo quando o teste em si não é fatal, normalmente os animais são mortos em seguida", alerta a associação.

Rita Silva adianta que o objetivo da campanha é que "a Europa mande uma mensagem aos líderes mundiais e limpe a crueldade, proibindo os testes em animais para estes fins".

Para atingir esse objetivo, as organizações lançaram uma petição e apelam às pessoas que assinem para ajudar "a fazer a diferença nas vidas dos animais que sofrem nos laboratórios".

A petição pode ser assinada em https://www.change.org/p/martin-schulz-the-president-of-the-european-parliament-end-animal-testing-for-household-products

A Animal salienta que, cada vez mais, os grandes vendedores estão a responder positivamente às preocupações dos consumidores nesta matéria.

"Um número crescente de marcas e empresas já estão certificadas com o nosso 'Leaping Bunny', assegurando que nenhum tipo de teste em animais teve lugar para que aquele produto fosse feito, e, além disso, demonstrando que é possível vender produtos destes que são seguros e eficazes sem infligir dor e sofrimento em animais", acrescenta.

A coligação foi formada em 1990 por várias organizações europeias com o intuito de acabar com as experiências em animais com fins cosméticos e atualmente encabeça o 'lobbying' europeu em todas as áreas da experimentação animal

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.