sicnot

Perfil

Mundo

Um morto em nova incursão de 1.500 migrantes no Eurotúnel

Pelo menos uma pessoa morreu hoje no Eurótunel, no Canal da Mancha, perto de Calais (França), quando cerca de 1.500 migrantes tentaram fazer aquela travessia, após uma outra ofensiva na terça-feira com 2.000 ilegais.

Reuters

"A nossa equipa encontrou um corpo hoje de manhã e os bombeiros confirmaram a morte dessa pessoa", indicou à agência noticiosa AFP o porta-voz da empresa que gere o túnel.

Com esta morte, eleva-se para nove o número de vítimas mortais naquela travessia desde o início de junho deste ano.

A vítima, de nacionalidade sudanesa, tinha "entre 25 e 30 anos" e foi atropelada por um camião, adiantou fonte policial.

Já na madrugada de terça-feira cerca de dois mil migrantes ilegais tentaram entrar no túnel com o objetivo de chegar ao território britânico.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, declarou-se hoje preocupado com a tentativa de entrada, na quarta-feira, de cerca de dois mil migrantes ilegais no túnel sob o canal da Mancha, perto de Calais, para chegarem ao território britânico.

"É muito preocupante", declarou Cameron, à margem de uma visita a Singapura. "Trabalhamos em estreita colaboração" com as autoridades francesas para lidar com a situação.

Na terça-feira, o grupo Eurotúnel classificou o incidente como "a maior tentativa de incursão [de migrantes] do último mês e meio".

A proximidade com o Reino Unido atrai anualmente para a localidade francesa de Calais muitos imigrantes que tentam atravessar de forma ilegal o Eurotúnel e chegar ao território britânico.

  • Cameron preocupado com incursão de migrantes ilegais
    0:26

    Mundo

    O primeiro-ministro David Cameron considera que o Reino Unido está perante uma situação "muito preocupante", com a incursão de migrantes ilegais através do Canal da Mancha. Garante estar a trabalhar com as autoridades francesas para encontrar uma solução para o problema.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19