sicnot

Perfil

Mundo

Pequim vai encerrar aeroportos para desfile militar no início de setembro

Pequim vai encerrar os seus aeroportos durante a manhã de 03 de setembro, data para a qual está programado um desfile militar para comemorar o fim da II Guerra Mundial.

© Tyrone Siu / Reuters

O Aeroporto Internacional de Pequim e o aeroporto de Nanyuan vão ser encerrados ao público durante três horas, entre as 09:30 e as 12:30, de 03 de setembro, informou a Administração da Aviação Civil da China, citada hoje pela imprensa chinesa.

Entre 22 de agosto e 04 de setembro, vai ainda ser adotadas outras restrições no espaço aéreo da capital, que ficará encerrado para helicópteros, balões, parapentes e aviões sem motor.

Pequim já tinha aplicado restrições semelhantes quando acolheu um grande desfile militar, a 01 de outubro de 2009, por ocasião do 60.º aniversário da fundação da República Popular de China.

O dia 03 de setembro foi declarado feriado nacional pelas autoridades chinesas para celebrar o 70.º aniversário da vitória da China sobre o Japão durante a II Guerra Mundial (1939-45).

As autoridades chinesas já anunciaram que vão ordenar o encerramento temporário de fábricas em Pequim e arredores e impor reduções na atividade de outras para garantir que nesse dia os céus da capital estejam "livres" de poluição.

O Japão, que tinha invadido a China em 1937, assinou a sua rendição formal a 02 de setembro de 1945 e Pequim celebrou o seu triunfo no dia seguinte, declarado Dia da Vitória.

Cerca de 20 líderes mundiais assistirão a estas cerimónias, incluindo o Presidente russo, Vladimir Putin, embora só dois europeus tenham anunciado a sua presença: o Presidente checo, Milos Zeman, e o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, que causou, com esta decisão, receios entre os seus parceiros da União Europeia.

Lusa

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará, na quarta-feira, na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Portugal vai aquecer. Temperaturas vão rondar os 40º
    2:26
  • Aquarius foi um "antes e depois"
    3:26
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.