sicnot

Perfil

Mundo

Japão pede explicações aos EUA sobre espionagem denunciada pelo WikiLeaks

Tóquio pediu explicações a Washington sobre a denúncia do portal WikiLeaks , segundo a qual a Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos espia há vários anos o Governo, entidades e empresas nipónicas.

Segundo o Wikileaks, as informações obtidas "demonstram um conhecimento pormenorizado de decisões internas do Japão sobre questões como as importações de produtos agrícolas e os diferendos comerciais, as posições japonesas no ciclo de negociações multilaterais de Doha da Organização Mundial de Comércio, sobre energia nuclear e emissões de gases com efeito de estufa".

Segundo o Wikileaks, as informações obtidas "demonstram um conhecimento pormenorizado de decisões internas do Japão sobre questões como as importações de produtos agrícolas e os diferendos comerciais, as posições japonesas no ciclo de negociações multilaterais de Doha da Organização Mundial de Comércio, sobre energia nuclear e emissões de gases com efeito de estufa".

wikileaks.org

"Pedimos encarecidamente ao diretor da agência de inteligência nacional dos Estados Unidos [James] Clapper que verifique os factos", disse hoje o ministro-porta-voz do executivo nipónico, Yoshihide Suga, durante uma conferência de imprensa.

O 'site' WikiLeaks publicou, esta sexta-feira, documentos em que assegura que a NSA espiou o Governo e várias empresas do país asiático.

Além de relatórios, o portal fundado por Julian Assange compilou uma lista de 35 alvos japoneses de "alta prioridade" para intercetar telefonicamente, da qual figuram o Governo, o Banco do Japão, vários ministérios e grandes grupos como a Mitsubishi.

Segundo o Wikileaks, as escutas remontam até 2006, altura em que o atual primeiro-ministro, Shinzo Abe, governava pela primeira vez.

"A ser verdade, o Japão, como aliado [dos Estados Unidos], consideraria os feitos realmente lamentáveis", afirmou Suga, em declarações reproduzidas pela agência Kyodo.

Segundo o Wikileaks, as informações obtidas "demonstram um conhecimento pormenorizado de decisões internas do Japão sobre questões como as importações de produtos agrícolas e os diferendos comerciais, as posições japonesas no ciclo de negociações multilaterais de Doha da Organização Mundial de Comércio, sobre energia nuclear e emissões de gases com efeito de estufa".

Lusa

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.