sicnot

Perfil

Mundo

Frente Nacional convoca Jean-Marie Le Pen para discutir o seu futuro político

O fundador do partido francês de ultradireita Frente Nacional, Jean-Marie Le Pen, foi convocado hoje para ser ouvido dia 20 pelo gabinete executivo daquela formação política para discutir o seu futuro político.

© Charles Platiau / Reuters

No passado 29 de julho, cerca de 94% dos militantes do partido pronunciaram-se a favor de Jean-Marie Le Pen deixar de ser presidente de honra do partido.

A votação foi anulada pela justiça francesa, porque a consulta não respeitou os estatutos vigentes, que obrigam à realização de um congresso.

Apesar da anulação da consulta, a Frente Nacional (FN), liderada pela sua filha Marine Le Pen, considerou que Jean-Marie Le Pen perdia a "legitimidade política para continuar a ser presidente de honra".

A reunião do próximo dia 20, segundo confirmaram fontes do partido, servirá para uma reflexão sobre o futuro político de Le Pen, de 87 anos.

O patriarca disse hoje à televisão BFMTV que a sua filja já "tinha prejudicado a campanha eleitoral" por ter lançado contra si uma "ação indigna".

À rádio Europe 1, Jean-Marie Le Pen ironizou sobre a convocatória em "plenas férias", algo que considerou uma "maldade intrínseca".

"Estou aberto a todas as aventuras em plenas férias, o que é uma delicadeza da senhora Le Pen", disse, referindo-se à sua filha.

A guerra no seio da FN teve origem quando Jean-Marie Le Pen considerou como um "detalhe" da história da II Guerra Mundial as câmaras de gás nazis, declarações pelas quais vai ser julgado.

Lusa

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.