sicnot

Perfil

Mundo

Homem que matou 12 pessoas em cinema nos EUA condenado a prisão perpétua

Um júri recomendou na sexta-feira a prisão perpétua para um homem que matou 12 pessoas num cinema de Aurora, Colorado, Estados Unidos, em 2012.

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte. (Arquivo)

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte. (Arquivo)

© POOL New / Reuters

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte.

Há três anos, James Holmes lançou gás lacrimogéneo no cinema de Aurora e depois disparou contra o público, provocando 12 mortos e 70 feridos.

O jovem, que na altura tinha 24 anos, foi detido pela polícia e identificou-se como "Joker", inimigo de Batman, filme que estava a ser projetado na altura do ataque.

A 16 julho, Holmes foi considerado culpado de 165 acusações, incluindo 24 acusações de homicídio em primeiro graus, depois de 11 semanas de julgamento, durante o qual foram ouvidas 250 testemunhas, mostradas 1500 fotografias e projetado um vídeo com 24 horas.

Na quarta-feira, um homem armado foi morto pela polícia após um tiroteio num cinema em Nashville, no Estado do Tennessee.

Há uma semana, um homem também abriu fogo num cinema em Lafatatte (Louisiana), tendo provocado a morte a duas pessoas e ferido nove, antes de ser morto pela polícia local.

Lusa

  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15

    Mundo

    Na Califórnia, nos Estados Unidos, já foi eleito o cão mais feio do mundo de 2017, num concurso que se repete há 29 anos. Com 57 quilos, Martha recebeu a distinção enquanto ressonava no palco.