sicnot

Perfil

Mundo

Homem que matou 12 pessoas em cinema nos EUA condenado a prisão perpétua

Um júri recomendou na sexta-feira a prisão perpétua para um homem que matou 12 pessoas num cinema de Aurora, Colorado, Estados Unidos, em 2012.

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte. (Arquivo)

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte. (Arquivo)

© POOL New / Reuters

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte.

Há três anos, James Holmes lançou gás lacrimogéneo no cinema de Aurora e depois disparou contra o público, provocando 12 mortos e 70 feridos.

O jovem, que na altura tinha 24 anos, foi detido pela polícia e identificou-se como "Joker", inimigo de Batman, filme que estava a ser projetado na altura do ataque.

A 16 julho, Holmes foi considerado culpado de 165 acusações, incluindo 24 acusações de homicídio em primeiro graus, depois de 11 semanas de julgamento, durante o qual foram ouvidas 250 testemunhas, mostradas 1500 fotografias e projetado um vídeo com 24 horas.

Na quarta-feira, um homem armado foi morto pela polícia após um tiroteio num cinema em Nashville, no Estado do Tennessee.

Há uma semana, um homem também abriu fogo num cinema em Lafatatte (Louisiana), tendo provocado a morte a duas pessoas e ferido nove, antes de ser morto pela polícia local.

Lusa

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42