sicnot

Perfil

Mundo

Homem que matou 12 pessoas em cinema nos EUA condenado a prisão perpétua

Um júri recomendou na sexta-feira a prisão perpétua para um homem que matou 12 pessoas num cinema de Aurora, Colorado, Estados Unidos, em 2012.

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte. (Arquivo)

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte. (Arquivo)

© POOL New / Reuters

James Holmes, que também provocou 70 feridos, foi condenado a prisão perpétua porque o júri não foi unânime em relação à pena de morte.

Há três anos, James Holmes lançou gás lacrimogéneo no cinema de Aurora e depois disparou contra o público, provocando 12 mortos e 70 feridos.

O jovem, que na altura tinha 24 anos, foi detido pela polícia e identificou-se como "Joker", inimigo de Batman, filme que estava a ser projetado na altura do ataque.

A 16 julho, Holmes foi considerado culpado de 165 acusações, incluindo 24 acusações de homicídio em primeiro graus, depois de 11 semanas de julgamento, durante o qual foram ouvidas 250 testemunhas, mostradas 1500 fotografias e projetado um vídeo com 24 horas.

Na quarta-feira, um homem armado foi morto pela polícia após um tiroteio num cinema em Nashville, no Estado do Tennessee.

Há uma semana, um homem também abriu fogo num cinema em Lafatatte (Louisiana), tendo provocado a morte a duas pessoas e ferido nove, antes de ser morto pela polícia local.

Lusa

  • Papa aprova canonização dos pastorinhos

    País

    O Papa Francisco promulgou esta manhã o decreto que reconhece o milagre atribuído aos beatos Francisco e Jacinta, conhecidos como os pastorinhos de Fátima, o que permite a canonização, anunciou a sala de imprensa da Santa Sé.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.