sicnot

Perfil

Mundo

Homem colhido mortalmente por touro quando filmava largada em Espanha

Um homem foi este domingo colhido mortalmente por um touro quando filmava com o telemóvel uma largada em Villaseca de la Sagra, no centro de Espanha, informou o presidente da câmara local.

Muitas localidades espanholas realizam anualmente largadas em que o público corre à frente de uma manada de touros. (Arquivo)

Muitas localidades espanholas realizam anualmente largadas em que o público corre à frente de uma manada de touros. (Arquivo)

© Susana Vera / Reuters

"O jovem estava no caminho de uma largada de touros que estava a filmar com o telemóvel", disse Jesus Hijosa.

O acidente ocorreu ao princípio da madrugada, durante o 'encierro' realizado no âmbito da semana cultural da localidade, próxima de Toledo.

A vítima, de 32 anos, residia na localidade vizinha de Villasequilla e não era frequentador habitual das largadas, segundo o autarca.

Atingido com uma cornada no pescoço, o homem foi inicialmente assistido na enfermaria da praça de touros e daí transportado ao Hospital Virgen de la Salud de Toledo, onde morreu pouco depois.

Muitas localidades espanholas realizam anualmente largadas em que o público corre à frente de uma manada de touros.

As mais famosas, em Pamplona, foram imortalizadas pelo escritor norte-americano Ernest Hemingway no romance "O Sol Nasce Sempre (Fiesta)" de 1926.

Desde 1911, pelo menos 15 pessoas morreram nas largadas de touros em Pamplona, que atraem milhares de turistas.

Lusa

  • Homem morre em Porto de Espada colhido por touro
    2:52

    País

    Um homem de 52 anos morreu, na última madrugada, depois de ter sido colhido por um toiro numa largada em Porto de Espada perto de Marvão. A colhida durou menos de 10 segundos mas os gritos de quem presenciou faziam temer o pior. O homem, residente em Alvarrões, a escassos quilómetros do local da festa, ficou ferido com extrema gravidade e acabou por morrer no Hospital de Portalegre.

  • "Dia 25 de Abril é o dia para o Jardim Mário Soares"
    0:55

    País

    O dia da Liberdade foi também assinalado com a inauguração do Jardim Mário Soares, em Lisboa. A obra de requalificação da zona sul do Jardim do Campo Grande demorou cerca de dois anos e teve um custo de 1,2 milhões de euros. Além da plantação de novas árvores, o espaço conta com novos caminhos pedonais e mais iluminação. A cerimónia de inauguração contou com a presença dos do primeiro-ministro e dos presidentes da República, da Assembleia da República e da Câmara de Lisboa. Para Marcelo Rebelo de Sousa, inaugurar este jardim neste dia foi uma ideia perfeita da Câmara de Lisboa.

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17