sicnot

Perfil

Mundo

Italiana reencontra filha que lhe foi tirada durante a II Guerra

Uma italiana de 92 anos reencontrou a sua filha, alemã de 71 anos, que lhe foi retirada à nascença no final da Segunda Guerra Mundial, divulgou hoje a imprensa local.

© Reuters Photographer / Reuter

Originária da aldeia de Novellara, na região de Emília-Romanha, norte de Itália, a mulher foi enviada para trabalhar na Alemanha e ficou grávida em 1944 de um soldado alemão casado.

A família do soldado retirou-lhe a criança à nascença, mas a jovem italiana que regressou a casa no final da guerra, manteve sempre a esperança de voltar a encontrar a filha, que recebeu o nome de Margot Bachmann, refere o jornal Il Quotidiano.

Margot Bachmann tinha conhecimento de que a mãe era italiana, mas pensava que já tinha morrido.

Em 2014, depois da morte do pai, Margot Bachmann, já septuagenária, recorreu a um centro alemão de documentação sobre a guerra, o Serviço Internacional de Rastreio (ITS na sigla inglesa), para tentar saber mais sobre a sua mãe.

Com a ajuda da Cruz Vermelha italiana, o ITS descobriu que a mãe de Margot Bachmann ainda se encontrava viva, tendo as duas mulheres conseguido reunir-se este fim-de-semana em Novellara.

"Quando comecei a procurar saber um pouco mais, nunca imaginei que viria a abraçar a minha mãe um dia", disse Bachmann ao Il Quotidiano.

"O meu pai proibiu-me de a procurar, mas depois da sua morte e com a ajuda preciosa da minha própria filha, voltei a fazê-lo", acrescentou.

O reencontro "foi um pequeno milagre", afirmou a porta-voz da Cruz Vermelha italiana Laura Bastianetto, que testemunhou a reunião.

"É raro que uma mãe e uma filha se reencontrem após 71 anos", acrescentou, salientando que isso acontece mais frequentemente entre irmãos.

Lusa

  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser "derrotada como todos os outros"

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.