sicnot

Perfil

Mundo

Italiana reencontra filha que lhe foi tirada durante a II Guerra

Uma italiana de 92 anos reencontrou a sua filha, alemã de 71 anos, que lhe foi retirada à nascença no final da Segunda Guerra Mundial, divulgou hoje a imprensa local.

© Reuters Photographer / Reuter

Originária da aldeia de Novellara, na região de Emília-Romanha, norte de Itália, a mulher foi enviada para trabalhar na Alemanha e ficou grávida em 1944 de um soldado alemão casado.

A família do soldado retirou-lhe a criança à nascença, mas a jovem italiana que regressou a casa no final da guerra, manteve sempre a esperança de voltar a encontrar a filha, que recebeu o nome de Margot Bachmann, refere o jornal Il Quotidiano.

Margot Bachmann tinha conhecimento de que a mãe era italiana, mas pensava que já tinha morrido.

Em 2014, depois da morte do pai, Margot Bachmann, já septuagenária, recorreu a um centro alemão de documentação sobre a guerra, o Serviço Internacional de Rastreio (ITS na sigla inglesa), para tentar saber mais sobre a sua mãe.

Com a ajuda da Cruz Vermelha italiana, o ITS descobriu que a mãe de Margot Bachmann ainda se encontrava viva, tendo as duas mulheres conseguido reunir-se este fim-de-semana em Novellara.

"Quando comecei a procurar saber um pouco mais, nunca imaginei que viria a abraçar a minha mãe um dia", disse Bachmann ao Il Quotidiano.

"O meu pai proibiu-me de a procurar, mas depois da sua morte e com a ajuda preciosa da minha própria filha, voltei a fazê-lo", acrescentou.

O reencontro "foi um pequeno milagre", afirmou a porta-voz da Cruz Vermelha italiana Laura Bastianetto, que testemunhou a reunião.

"É raro que uma mãe e uma filha se reencontrem após 71 anos", acrescentou, salientando que isso acontece mais frequentemente entre irmãos.

Lusa

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • 6 polícias feridos e 4 detidos em manifestação pela morte de português em Londres
    1:29

    Mundo

    A manifestação começou ainda durante a tarde deste domingo, na capital britânica e culminou em violência, com 6 polícias feridos, 4 pessoas detidas e a evacuação de uma das principais estações de transportes da zona leste da Londres. Os manifestantes acusam a polícia britânica de agressão na noite de 15 de junho, quando um português, de 25 anos, foi mandado parar pela polícia. O jovem acabou por morrer no hospital 5 dias depois.

  • Novo avião da TAP a lembrar o passado
    1:32
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01

    País

    Um avião da TAP voltou a cruzar-se este domingo com um drone, enquanto se preparava para aterrar no aeroporto de Lisboa. A aproximação deu-se a 900 metros de altitude e passou muito perto da asa da aeronave. Este é o 10.º incidente com drones este ano e o 6.º este mês.

  • Bruno Fernandes já está em Lisboa
    4:53

    Mercado de transferências

    Bruno Fernandes já está em Lisboa a dar autógrafos com a camisola do Sporting. André Moreira, guarda-redes do Atlético Madrid, oficializado em breve no Benfica. Eis as últimas do mercado de transferências, por Gonçalo Azevedo Ferreira.

  • Os russos adoram Portugal
    2:48

    Taça das Confederações

    Os portugueses que foram à Rússia para a Taça das Confederações ficaram surpreendidos pela forma calorosa com que todos foram recebidos. Cristiano Ronaldo é o grande responsável por esta paixão pelo nosso país.

    Enviados SIC

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.