sicnot

Perfil

Mundo

Rei da Roménia exclui o neto Nicolas da sucessão ao trono

O rei Miguel da Roménia excluiu o seu neto Nicolas da linha de sucessão da coroa ao retirar-lhe o título de 'príncipe', que o próprio lhe tinha concedido, anunciou hoje a casa real romena.

© Bogdan Cristel / Reuters

De acordo com a divulgação de um comunicado da família real, "no dia 1 de agosto de 2015, sua majestade, o Rei Miguel, autenticou um documento que retira ao neto Nicolas, filho da princesa Elena, o título de 'príncipe da roménia' e o tratamento de 'alteza real'", prosseguindo que "o rei tomou esta decisão pensando numa Roménia futura, depois da morte da sua filha Margarita, a herdeira da coroa".

O antigo soberano afirmou que "a família real e a sociedade romena desses tempos necessitarão de um dirigente modesto, bem equilibrado, com princípios morais e com a constante preocupação nos demais".

Contudo, o comunicado não menciona quais as razões específicas por ter ser sido retirado o título a Nicolas.

Nicolas Medforth-Mills, de 30 anos, recebeu o título de príncipe no dia 01 de abril de 2010, sendo o terceiro na linha de sucessão da dinastia.

Desde o final da II Guerra Mundial (1939-1945) que a Roménia é uma República e é uma democracia após da queda do regime comunista, em 1989.

Lusa

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.