sicnot

Perfil

Mundo

Polícia brasileira apreende mais de 600 quilos de cocaína em veleiro holandês

A polícia federal brasileira apreendeu 613,5 quilos de cocaína que estava a ser transportada por um veleiro holandês nas imediações da ilha de Fernando de Noronha, no oceano Atlântico, informaram hoje as autoridades.

Arnulfo Franco

O veleiro "Rody", que foi intercetado pelas autoridades na semana passada, tinha 531 quilos de cocaína no tanque de combustível, quantidade que se somou à droga descoberta noutros compartimentos da embarcação.

No dia da apreensão, a 01 de agosto, a polícia descobriu 11,5 quilos quando o veleiro estava na ilha de Fernando de Noronha e, no último sábado, com a ajuda de cães,detetou outros 71 quilos no porto de Recife, capital do estado de Pernambuco, onde chegou o barco.

Um holandês de 48 anos, único tripulante do veleiro, está preso na cidade de Abreu e Lima, na região metropolitana de Recife.

O navio, que tinha como destino a Europa, foi intercetado graças a um alerta da Agência Britânica e as autoridades suspeitam que a droga tenha sido embarcada na Colômbia.

Não obstante, a polícia brasileira suspeita que o veleiro não atracou na costa colombiana e que a droga tenha sido entregue por avião através de paraquedas, encontrados, ainda abertos, no interior do mesmo.

Lusa

  • Resgatada mais uma criança com vida após sismo em Itália
    0:30
  • Ilibados trabalhadores castigados por consulta de dados fiscais

    País

    Os funcionários da Autoridade Tributária, que tinham sido castigados por terem consultado dados fiscais, foram absolvidos. O jornal Público avançou hoje que as orientações contra as sanções a aplicar aos funcionários partiram do ex-secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Repórteres fazem relato impressionante dos acontecimentos em Charlottesville
    3:40