sicnot

Perfil

Mundo

Venezuela acusa EUA de colocar "funcionários chave" em Caracas para sabotar o seu Governo

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou, na segunda-feira, os Estados Unidos de colocarem "funcionários chave" na Embaixada norte-americana em Caracas para conspirar contra o seu Governo e promover uma "economia de violência".

© Handout . / Reuters

"Tenho provas de que o Comando Sul tem colocado funcionários chave na embaixada dos EUA na Venezuela para dirigir o plano abutre de sabotagem para uma economia de violência", disse.

Nicolás Maduro falava durante uma reunião extraordinária do Conselho Político da Aliança Bolivariana para os Povos da América - Tratado de Comércio dos Povos, que decorreu em Caracas, com a participação dos ministros de Relações Exteriores de 11 países da América do Sul e Caraíbas.

O Presidente venezuelano anunciou que nos próximos dias será criada uma comissão especial, venezuelana, que se reunirá com o Governo norte-americano para apresentar as provas da sua denúncias.

"Eles quereriam que estas tentativas de sabotagem terminassem em golpes de Estado (...) estou seguro que as coisas apontam para isso, pela brutalidade com que nos arremetem, articulando grupos criminosos, atacando a economia, a moeda, a partir de dentro e de fora (do país), atacando o povo, gerando grupos de ultradireita", sublinhou.

Segundo Nicolás Maduro, os ataques à Venezuela fazem parte de "uma conspiração global contra os processos progressistas e revolucionários da América Latina e das Caraíbas".

Lusa

  • William e Kate apresentam o filho ao mundo
    1:42
  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem no Coachella e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.