sicnot

Perfil

Mundo

Papa diz que obsessões pelo lucro e consumo estão a tornar famílias escravas do trabalho

Papa diz que obsessões pelo lucro e consumo estão a tornar famílias escravas do trabalho

O Papa Francisco diz que as obsessões pelo lucro e consumo estão a tornar as famílias escravas do trabalho.Durante uma audiência pública, com peregrinos de todo o mundo, no Vaticano, o Papa lembrou que a atual condição está a pôr em causa o ritmo natural da vida.

  • Papa diz que bombas atómicas são alerta permanente para a Humanidade
    0:36

    Mundo

    O Papa Francisco disse este domingo que as bombas atómicas de Hiroshima e Nagasaki são um alerta permanente para a humanidade rejeitar de vez a guerra. O Sumo Pontífice assinalou os 70 anos do trágico bombardeamento no Japão e, perante milhares de pessoas na praça de São Pedro, no Vaticano, defendeu que a única forma de vencer uma guerra é recusar fazê-la. O Papa referiu-se a Hiroshima e Nagasaki como exemplos de um uso errado da ciência e da tecnologia pelo Homem.

  • Papa admite refletir mais sobre os problemas da classe média
    2:20

    Mundo

    Terminada a viagem à América latina, o Papa Francisco regressou ontem ao Vaticano. Como já é hábito, durante o voo, respondeu a todas as peguntas dos jornalistas, que também estavam a bordo. O Papa Francisco falou sobre a moda das selfies, pediu desculpa por não refletir mais sobre os problemas da classe média e distribuiu responsabilidades da crise na Grécia.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.