sicnot

Perfil

Mundo

Papa diz que obsessões pelo lucro e consumo estão a tornar famílias escravas do trabalho

Papa diz que obsessões pelo lucro e consumo estão a tornar famílias escravas do trabalho

O Papa Francisco diz que as obsessões pelo lucro e consumo estão a tornar as famílias escravas do trabalho.Durante uma audiência pública, com peregrinos de todo o mundo, no Vaticano, o Papa lembrou que a atual condição está a pôr em causa o ritmo natural da vida.

  • Papa diz que bombas atómicas são alerta permanente para a Humanidade
    0:36

    Mundo

    O Papa Francisco disse este domingo que as bombas atómicas de Hiroshima e Nagasaki são um alerta permanente para a humanidade rejeitar de vez a guerra. O Sumo Pontífice assinalou os 70 anos do trágico bombardeamento no Japão e, perante milhares de pessoas na praça de São Pedro, no Vaticano, defendeu que a única forma de vencer uma guerra é recusar fazê-la. O Papa referiu-se a Hiroshima e Nagasaki como exemplos de um uso errado da ciência e da tecnologia pelo Homem.

  • Papa admite refletir mais sobre os problemas da classe média
    2:20

    Mundo

    Terminada a viagem à América latina, o Papa Francisco regressou ontem ao Vaticano. Como já é hábito, durante o voo, respondeu a todas as peguntas dos jornalistas, que também estavam a bordo. O Papa Francisco falou sobre a moda das selfies, pediu desculpa por não refletir mais sobre os problemas da classe média e distribuiu responsabilidades da crise na Grécia.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.