sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro da Índia fixa prazo de 1.000 dias para eletricidade chegar a todas as aldeias

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, estabeleceu hoje um prazo de 1.000 dias para que todas as aldeias na Índia tenham eletricidade, e sublinhou o seu compromisso no combate à pobreza.

© Adnan Abidi / Reuters

Num discurso proferido no dia da independência, Modi instou os governos estaduais, que são responsáveis pela energia elétrica, a garantir que os milhões de lares tenham finalmente acesso ao respetivo abastecimento.

"Depois de tantas décadas desde a independência, ainda há 18.500 aldeias na Índia sem eletricidade", disse Modi no 69.º aniversário desde o fim da governação britânica.

"Eu apelo aos estados e a todas as partes a ligarem estas aldeias à rede elétrica dentro de 1.000 dias", acrescentou Modi.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.