sicnot

Perfil

Mundo

Suspensas as buscas por destroços do MH370 na ilha da Reunião

As autoridades francesas suspenderam hoje na ilha da Reunião as buscas por destroços do Boeing-777 da Malaysia Airlines, desaparecido em março de 2014, mantendo um dispositivo de "vigilância" na ilha onde foi encontrado o único destroço do aparelho.

© Stringer France / Reuters

As buscas "não permitiram identificar qualquer elemento que possa pertencer a um avião", sendo que as operações serão suspensas, mantendo apenas "uma postura de vigilância atenta", anunciou hoje Dominique Sorain, representante do Estado francês na ilha, em comunicado citado pela agência France Presse (AFP).

Após a descoberta a 29 de julho, naquela ilha, de um fragmento de asa posteriormente identificado pela Malásia como pertencente ao Boeing-777 que efetuava o voo MH370, a França montou um dispositivo de busca marítima e terrestre no seu território ultramarino.

Durante dez dias, as buscas focaram-se numa zona marítima de 10.000 quilómetros quadrados, e patrulhas terrestres investigaram todo o litoral leste da ilha.

Na ausência de novas descobertas significativas, a França apenas continuará "vigilante", e apela aos "navegantes no mar e aos navegadores aéreos" para que comuniquem "todas as observações suspeitas".

O voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu a 08 de março de 2014 quando percorria a rota entre Kuala Lumpur e Pequim, com 239 pessoas a bordo.

O pedaço de asa, descoberto na ilha da Reunião, no Oceano Índico, é até hoje o único destroço encontrado identificado como pertencente ao aparelho que se despenhou.

Lusa

  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07