sicnot

Perfil

Mundo

Detidos três suspeitos pela morte de 71 migrantes em camião

EM ATUALIZAÇÃO

Três pessoas foram detidas na Hungria por alegadamente estarem envolvidas na morte dos 70 migrantes, numa estação de serviço, na Áustria. A informação foi confirmada há instantes pela polícia austríaca.

© Heinz-Peter Bader / Reuters

A informação foi, esta manhã, tornada pública pela polícia austríaca, em conferência de imprensa.

Foram feitas três detenções, na Hungria, no âmbito da operação levada a cabo para encontrar os responsáveis pela morte dos 71 migrantes encontrados no interior de um camião, estacionado durante várias horas na berma da autoestrada.

A polícia acredita que os detidos pertencem a uma rede búlgaro-húngara de tráfico de pessoas. Estão sob a custódia da polícia húngara.

As vítimas serão, na maioria, oriundas da Síria, acreditam as autoridades que acrescentaram que entre os mortos há crianças.

"Informo que 71 pessoas morreram neste trágico acidente. Entre elas estão 58 homens, oito mulheres e quatro crianças, uma com dois anos e três rapazes com idades entre os oito e os nove anos" disse o chefe da polícia austríaca,Hans Peter Doskozil.

Foram ainda encontrados documentos de viagem de nacionalidade síria. "Acreditamos que as vítimas possam ser refugiadas sírios. O que podemos confirmar é que são refugiados de África" explicou chefe da polícia austríaca.

Os migrantes terão morrido entre 36 e 48 horas antes de o camião ter sido encontrado, na quinta-feira, ao meio da manhã. Terão morrido asfixiadas, quando viajavam de forma ilegal, perto das fronteiras com a Eslováquia e a Hungria.

O camião frigorífico, de 7,5 toneladas, tem matrícula húngara e símbolos de uma empresa avícola eslovaca.

As autoridades suspeitam que os alegados líderes deste grupo de traficantes estão na Roménia.

EM ATUALIZAÇÃO

  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01