sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades gregas intercetaram mais de 700 migrantes no fim de semana

A guarda costeira da Grécia resgatou e intercetou mais de 700 refugiados e migrantes este fim de semana ao largo de várias ilhas gregas, refere um comunicado das autoridades gregas hoje divulgado.

© Stoyan Nenov / Reuters


Segundo a guarda costeira, a maioria das operações de resgate ocorreram junto às ilhas de Lesbos, Kos, Samos e Ikaría, no mar Egeu, uma zona que se converteu na principal porta de entrada para a União Europeia devido à sua proximidade com a Turquia.

Numa das operações de resgate, levada a cabo no sábado junto à ilha de Simi, um imigrante de 17 anos morreu durante um tiroteio entre a guarda costeira grega e presumíveis traficantes.

De acordo com as autoridades gregas, o confronto ocorreu quando vários presumíveis traficantes que dirigiam a embarcação com cerca de 70 imigrantes dispararam contra um navio da guarda costeira helénica e outro da Frontex (Agência Europeia de Gestão da Cooperação Operacional nas Fronteiras Externas, dos Estados-Membros da União Europeia).

No tiroteio, também um elemento da guarda costeira grega e um alegado traficante ficaram feridos, informaram as autoridades.

Além destes 700 indivíduos, chegaram ao porto de Pireu, em Atenas, outras 2.488 pessoas na noite passada a bordo do "Eleftherios Venizelos", a embarcação que nas últimas semanas tem transportado os refugiados e migrantes das costas das ilhas helénicas até à plataforma continental grega.

A maioria dos migrantes foi transportada em autocarros para a estação central ferroviária, de onde partiram rumo à fronteira com a Macedónia, um país que, à semelhança da Grécia, tem sido palco de um vasto fluxo migratório.

O objetivo dos recém chegados, a maioria dos quais refugiados sírios, é chegar ao centro e norte da Europa.

Dados publicados pela Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) revelam que desde o início do ano chegaram à Grécia mais de 180 mil migrantes.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21