sicnot

Perfil

Mundo

McDonald's atingido por outro escândalo alimentar no Japão

A McDonald's do Japão anunciou hoje que está a investigar um incidente envolvendo uma cliente que ficou ferida por pedaços de plástico encontrados dentro da sua bebida, naquele que é o mais recente de uma série de escândalos alimentares.

© Lucy Nicholson / Reuters

A empresa explicou que encerrou temporariamente o restaurante em Osaka esta semana e enviou um aviso a outros 95 que oferecem o mesmo tipo de bebida fria de leite com chá verde que foi servida à mulher que ficou com ferimentos na boca.

Dezenas de pedaços de plástico foram encontrados dentro da bebida, disse um porta-voz da empresa à AFP, acrescentando que um instrumento de plástico usado para fazer a bebida pode ter estado na origem.

"Neste momento é apenas uma hipótese, mas achamos que este instrumento de plástico caiu na misturadora usada para fazer o 'frappe'", acrescentou.

A McDonald's do Japão tem sido atingida por vários escândalos, incluindo o de um dente humano encontrado no meio de batatas fritas.

No verão passado, descobriu-se que um fornecedor chinês estava a misturar carne fora de prazo com carne fresca, o que fez com que as vendas caíssem a pique e obrigou a uma rápida mudança de fornecedor.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.