sicnot

Perfil

Mundo

Austrália vai deixar de pagar subsídios a pais que não vacinem filhos

O Parlamento australiano começou hoje a examinar um projeto de lei que propõe o fim do pagamento de alguns subsídios aos pais que não vacinem os filhos.

© Brian Snyder / Reuters

A proposta do governo conservador deverá ser aprovada sem problemas, uma vez que a oposição trabalhista apoia o texto.

A taxa de vacinação ultrapassa os 90% nas crianças australianas com idades entre um e cinco anos, de acordo com as estatísticas oficiais. Mas 39 mil crianças com menos de sete anos não são vacinadas devido às objeções dos pais, que consideram as vacinas perigosas para os filhos.

Em alguns países europeus e nos Estados Unidos, doenças que tinham desaparecido, como o sarampo, reapareceram. Epidemias localizadas de sarampo e tosse convulsa também foram registadas na Austrália.

"A escolha de não vacinas os filhos não tem qualquer fundamento médico e não deve ser apoiada pelos contribuintes", declarou, em abril, o antigo primeiro-ministro australiano Tony Abbott.

Os pais em causa receiam que a vacinação contra o sarampo, papeira e rubéola cause autismo, o que foi desmentido por numerosos estudos.

A controvérsa data de 1998, quando foi publicado um estudo na revista médica britânica The Lancet que semeou a dúvida no mundo anglo-saxónico, ao estabelecer uma relação entre aquelas vacinas e o autismo. Este artigo foi retirado devido "a irregularidades", mas as preocupações não diminuíram.

As autoridades de Camberra esperam, com esta medida, economizar um pouco mais de 500 milhões de dólares australianos (315 milhões de euros) nos próximos quatro anos.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.