sicnot

Perfil

Mundo

Obama lança campanha para incentivar imigrantes a tornarem-se cidadãos dos EUA

O Governo dos Estados Unidos lançou na quinta-feira uma campanha liderada pelo Presidente Barack Obama, para incentivar cerca de 8,8 milhões de imigrantes legais no país a tornarem-se cidadãos norte-americanos.

© Kevin Lamarque / Reuters

A campanha, cujo lema é lema "Stand Stronger", foi apresentada num vídeo protagonizado pelo próprio Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na qual sublinha os benefícios da cidadania norte-americana.

"Ao passares a ser um cidadão norte-americano dás um passo importante para garantir esses sonhos para todos nós. A promessa de melhores oportunidades de trabalho, os direitos e liberdades de que goza qualquer norte-americano e a possibilidade de dar algo mais ao país que agora chamas casa", afirmou o Presidente norte-americano.

"Não se trata de mudar quem és, mas sim de acrescentar um novo capítulo à tua viagem como cidadão norte-americano e à nossa jornadacomo nação de imigrantes", garantiu.

A campanha "Stand Stronger" conta como "embaixadores presidenciais" com o chefe espanhol José Andrés (naturalizado), a atriz Diane Guerrero, o músico Dave Matthews e o ex-jogador de basebol mexicano dos Los Angeles Dodgers Fernando Valenzuela, também naturalizado norte-americano.

"De acordo com estimativas recentes, há aproximadamente 13,3 milhões de residentes permanentes legais a residir nos Estados Unidos, e 8,8 milhões deles podem requerer a cidadania", informou a Casa Branca.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.