sicnot

Perfil

Mundo

Taiwan vai processar 129 pessoas por apostas ilegais em corridas de pombos

As autoridades de Taiwan anunciaram hoje que vão processar 129 pessoas por apostas ilegais em corridas de pombos, no âmbito de uma investigação desencadeada por queixas da organização de defesa de direitos dos animais PETA.

Praça em Taipé

Praça em Taipé

© JAMESON WU / Reuters

Mais de 66,6 milhões de dólares de Taiwan (mais de 1,8 milhões de euros) foram apreendidos no Fengyuan Pigeon Club, na cidade de Taichung, de acordo com o Ministério Público.

A organização PETA enviou no final do ano passado às autoridades de Taiwan os resultados de uma investigação que concluiu que as corridas de pombos matam 1,5 milhões de aves por ano na ilha.

"Em relação a este clube, detetámos irregularidades relacionadas com as apostas, mas não qualquer situação de maus tratos de animais", disse à AFP o diretor do departamento do Ministério Público da região de Taichung, Hug Jia-yuan, acrescentando que as investigações vão prosseguir noutros locais.

Os suspeitos de irregularidades relacionadas com as apostas incorrem numa pena de prisão que pode chegar a três anos.

No mês passado, na sequência de buscas num clube de corridas de pombos na cidade de Kaohsiung, 35 pessoas foram acusadas judicialmente e cerca de 18 milhões de dólares de Taiwan foram apreendidos.

Numa declaração hoje, representantes da PETA elogiaram as autoridades de Taiwan por controlarem um desporto que consideram cruel.

Segundo a organização, uma série de corridas recentes no clube de Kaohsiung começou com 7.301 pombos mas apenas 36 chegaram à quinta corrida.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC