sicnot

Perfil

Mundo

ONU adota plano de desenvolvimento sustentável para 15 anos

Dirigentes mundiais reunidos em cimeira na ONU adotaram esta sexta-feira um ambicioso plano de desenvolvimento sustentável para os próximos 15 anos que custará vários biliões de euros por ano.

O plano define 17 objetivos de desenvolvimento sustentável a atingir até 2030, entre os quais a erradicação da pobreza extrema, o acesso de todos à educação e à saúde, a promoção da igualdade das mulheres e o combate ao aquecimento global.

O plano define 17 objetivos de desenvolvimento sustentável a atingir até 2030, entre os quais a erradicação da pobreza extrema, o acesso de todos à educação e à saúde, a promoção da igualdade das mulheres e o combate ao aquecimento global.

© Andrew Kelly / Reuters

O plano define 17 objetivos de desenvolvimento sustentável a atingir até 2030, entre os quais a erradicação da pobreza extrema, o acesso de todos à educação e à saúde, a promoção da igualdade das mulheres e o combate ao aquecimento global.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, saudou hoje a aprovação da nova agenda global de desenvolvimento e afirmou que se chegou a "um momento decisivo na história da humanidade".

"A população mundial pediu-nos para perspetivar um futuro de promessa e oportunidade. Os Estados membros responderam com a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável", disse Ban numa intervenção perante os governantes mundiais que hoje aprovaram essas medidas que substituem os Objetivos do Milénio.

Ban Ki-moon recordou que o novo programa é "uma promessa dos governantes para todo o mundo" e definiu-o como uma "visão universal, integrada e transformadora para um mundo melhor".

O diplomata coreano recordou que entre os objetivos do plano estão, além de pôr fim à pobreza, proteger o planeta e promover a prosperidade, a paz e a cooperação, também impulsionar a igualdade de género e os direitos de todos.

"Acima de tudo, promete não deixar ninguém para trás", frisou o responsável das Nações Unidas.

Ban destacou ainda que os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável sublinham "a urgência" de agir contra as alterações climáticas.

Nesse sentido, pediu aos governantes um "acordo universal vigoroso" sobre o clima na cimeira que realizarão em Paris em dezembro.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.