sicnot

Perfil

Mundo

Donald Trump propõe "grandes cortes" nos impostos para pobres, ricos e empresas

O pré-candidato republicano à presidência dos Estados Unidos da América Donald Trump revelou na segunda-feira o seu programa fiscal com "grandes cortes de impostos" para os cidadãos com menos recursos, os mais ricos e as empresas.

© Shannon Stapleton / Reuters


Numa conferência de imprensa na Torre Trump, em Manhattan, Nova Iorque, o magnata propôs "simplificar" o código fiscal e eliminar os subterfúgios a que recorrem atualmente os fundos de investimento e as multinacionais.

Entre as medidas propostas por Trump, que continua a liderar nas sondagens entre os republicanos, apesar de muito próximo do neurocirurgião reformado Ben Carson, destaca-se um corte da tributação máxima para as empresas dos 35% atuais para 15%.

Trump propõe também que quem ganhar mais de 150.001 dólares por ano e os casais que, entre os dois, aufiram 300.001 dólares anuais passem a pagar 25% em impostos, abaixo dos atuais 40%.

O magnata sugere ainda que as famílias mais carenciadas não paguem impostos, pelo que o seu plano isenta de deveres ficais todos os que ganhem menos de 25.000 dólares por ano ou casais que ganhem menos de 50.000 dólares entre os dois.

"Propomos um código fiscal incrível. Será simples, será fácil, será justo. Grandes cortes de impostos para os rendimentos médios e para a maioria dos norte-americanos", assegurou Trump durante a apresentação.

"Fará crescer a economia norte-americana a um nível que não se viu durante décadas", afirmou.

Lusa

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO ONLINE

    Rita Pedras

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Marcelo comenta comparação de Centeno a Ronaldo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou esta quarta-feira a comparação que o ministro das Finanças alemão terá feito entre Mário Centeno e Ronaldo, considerando que "quem quer que disse isso, por uma vez não pensou mal".