sicnot

Perfil

Mundo

Larvas que comem esferovite podem ser solução para eliminar este lixo

Larvas que comem esferovite poderão ser a solução para eliminar este lixo plástico tão durável e praticamente indestrutível.

Yu Yang / Stanford

Cientistas norte-americanos da Universidade de Stanford criaram em laboratório larvas da farinha alimentadas a esferovite (espuma de polistireno) desde o nascimento. Nenhuma desenvolveu qualquer doença, são tão saudáveis como as do grupo de controlo alimentadas a farelo.

Estas larvas conseguem digerir o plástico graças a uma bactéria que têm nos intestinos. Cada larva comeu entre 34 a 39 miligramas de esferovite por dia, convertendo cerca de metade em dióxido de carbono e outra metade em lixo não tóxico, revelaram no estudo publicado na revista Environmental Science and Technology.

Perceber como estas bactérias digerem este plástico praticamente indestrutível poderá ser a chave para a eliminação de milhões de toneladas deste material sintético que vão para o lixo todos os anos.

Uma outra investigação já apontava para a descoberta de uma outra larva capaz de digerir plático - o polietileno, outro plástico problemático para o ambiente.

  • Rúben Lima nega crimes de corrupção no processo Cashball
    6:04

    Desporto

    Rúben Lima, um dos oito jogadores suspeitos de terem sido aliciados por intermediários ao serviço do Sporting para beneficiar o clube de Alvalade, nega todos os crimes investigados pela Polícia Judiciária. Numa entrevista exclusiva à SIC, o jogador do Moreirense garante que não conhece nenhum dos quatro arguidos detidos no âmbito do processo Cashball.

    Exclusivo SIC

  • Partido Podemos com votação inédita em Espanha
    1:32

    Mundo

    Há uma votação inédita em Espanha. O Podemos começou esta terça-feira a decidir a continuidade do líder do partido, depois de Pablo Iglesias e a companheira terem comprado uma casa de 600 mil euros.

  • A maior obra de reconversão urbana em Portugal 20 anos depois
    3:47