sicnot

Perfil

Mundo

Buraco com 20 metros obriga à evacuação de cinco edifícios no Reino Unido

Buraco com 20 metros obriga à evacuação de cinco edifícios no Reino Unido

Um buraco com cerca de 20 metros de profundidade obrigou à evacuação de cinco habitações, no Reino Unido. Ao todo, cerca de 20 pessoas foram transportadas para um centro de acolhimento. De acordo com as autoridades, já havia a indicação de um pequeno buraco no pavimento antes do aparecimento da cratera. Neste momento, cerca de 52 casas encontram-se sem gás, energia elétrica e água no bairro de Saint Albans, a cerca de 35 quilómetros de Londres.

  • Engolidos por buraco na China
    0:36

    Mundo

    Cinco pessoas caíram num buraco que se abriu, no pavimento de uma rua numa cidade do norte da China. Estavam uma paragem de autocarro quando, de repente, uma enorme cratera se abriu no chão. Quatro sofreram ferimentos, mas sem gravidade. Uma mulher conseguiu segurar-se a tubos e cabos que estavam no subsolo e saíu ilesa. As autoridades estão a invetsigar a causa deste acidente.

  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.