sicnot

Perfil

Mundo

Médicos Sem Fronteiras condenam ataque a hospital de Kunduz

Médicos Sem Fronteiras condenam ataque a hospital de Kunduz

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) condenou hoje o ataque aéreo que atingiu esta madrugada um hospital em Kunduz, no norte do Afeganistão, e que causou a morte de, pelo menos, nove elementos da organização e 37 feridos. Os Estados Unidos reconhecem que os bombardeamentos levados a cabo nas últimas horas podem ter causado danos colaterais.

  • Nove mortos, EUA admitem "danos colaterais" em hospital afegão

    Mundo

    Subiu para nove o número de membros da organização Médicos sem Fronteiras que morreram hoje devido a um bombardeamento na cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão. Os Estados Unidos, que apoiam os ataques, reconhecem ter havido "danos colaterais" no edifício, mas garantem que estão a investigar o incidente. Os Talibãs já condenaram o ataque e atribuem a responsabilidades aos EUA.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".