sicnot

Perfil

Mundo

Médicos Sem Fronteiras condenam ataque a hospital de Kunduz

Médicos Sem Fronteiras condenam ataque a hospital de Kunduz

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) condenou hoje o ataque aéreo que atingiu esta madrugada um hospital em Kunduz, no norte do Afeganistão, e que causou a morte de, pelo menos, nove elementos da organização e 37 feridos. Os Estados Unidos reconhecem que os bombardeamentos levados a cabo nas últimas horas podem ter causado danos colaterais.

  • Nove mortos, EUA admitem "danos colaterais" em hospital afegão

    Mundo

    Subiu para nove o número de membros da organização Médicos sem Fronteiras que morreram hoje devido a um bombardeamento na cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão. Os Estados Unidos, que apoiam os ataques, reconhecem ter havido "danos colaterais" no edifício, mas garantem que estão a investigar o incidente. Os Talibãs já condenaram o ataque e atribuem a responsabilidades aos EUA.

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.