sicnot

Perfil

Mundo

Médicos Sem Fronteiras condenam ataque a hospital de Kunduz

Médicos Sem Fronteiras condenam ataque a hospital de Kunduz

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) condenou hoje o ataque aéreo que atingiu esta madrugada um hospital em Kunduz, no norte do Afeganistão, e que causou a morte de, pelo menos, nove elementos da organização e 37 feridos. Os Estados Unidos reconhecem que os bombardeamentos levados a cabo nas últimas horas podem ter causado danos colaterais.

  • Nove mortos, EUA admitem "danos colaterais" em hospital afegão

    Mundo

    Subiu para nove o número de membros da organização Médicos sem Fronteiras que morreram hoje devido a um bombardeamento na cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão. Os Estados Unidos, que apoiam os ataques, reconhecem ter havido "danos colaterais" no edifício, mas garantem que estão a investigar o incidente. Os Talibãs já condenaram o ataque e atribuem a responsabilidades aos EUA.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.