sicnot

Perfil

Mundo

Novo tiroteio num campus universitário nos EUA faz 1 morto e 3 feridos

Um atirador matou uma pessoa e feriu outras três na noite de quinta-feira numa universidade no estado norte-americano do Arizona, divulgaram hoje os responsáveis do estabelecimento de ensino.

SIC

Este incidente acontece uma semana depois de outro tiroteio em outro campus universitário norte-americano que fez nove mortos.

"Informações confirmadas: quatro vítimas, um morto e três feridos. O atirador está sob custódia policial. A situação está controlada. O campus não está sob ordem de recolhimento", escreveram os responsáveis pela Universidade de Northern Arizona (NAU) na rede social Twitter.

A NAU está localizada na cidade de Flagstaff, no Arizona, na região sudoeste dos Estados Unidos.

Os motivos do presumível autor do tiroteio ainda não são conhecidos e as autoridades locais não confirmaram, até ao momento, se as vítimas são estudantes da universidade.

Está prevista para hoje à tarde uma conferência de imprensa no campus universitário.

Na semana passada, um jovem de 26 anos, fortemente armado, matou nove pessoas no campus universitário de Umpqua, Roseburg, no estado de Oregon (noroeste). Depois dos disparos, o atirador, identificado como Chris Harper Mercer, suicidou-se.

Este caso veio relançar o polémico debate sobre o controlo de armas nos Estados Unidos.

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai hoje encontrar-se com as famílias das vítimas do tiroteio de Roseburg.

Algumas horas depois do tiroteio no campus universitário de Umpqua, ocorrido no passado dia 01 de outubro, Obama expressou a sua emoção e a sua indignação, criticando a "inércia" do Congresso norte-americano, de maioria republicana, que recusa legislar regras mais restritas para a venda de armas nos Estados Unidos.

Lusa

  • Marcelo lembra como foi tratada a tragédia durante a ditadura
    2:25

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar diretamente a polémica em torno da lista das vítimas mortais de Pedrógão Grande, mas recorreu às cheias de 1967 para lembrar como as tragédias eram tratadas no tempo da ditadura. O Presidente da República defendeu que não é possível esconder a dimensão de uma tragédia num regime democrático. Há 50 anos, Marcelo Rebelo de Sousa acompanhou de perto a forma como o regime tentou esconder a verdadeira dimensão do incidente.

  • Ministra admite falhas no SIRESP no presente e no passado
    2:35

    País

    A ministra da Administração Interna admitiu, esta quinta-feira, que o SIRESP falha no presente tal como já falhou no passado, quando a tutela pertencia ao Governo PSD. Os sociais-democratas quiserem ouvir Constança Urbano de Sousa na comissão parlamentar mas desta vez a ministra defendeu-se com um ataque. 

  • "Comecei por ajudar uma família que me pediu um plástico para se proteger"
    4:51
  • Míssil lançado do Iémen intercetado perto de Meca

    Mundo

    Um míssil balístico lançado pelos rebeldes xiitas do Iémen foi intercetado, quinta-feira à noite, perto de Meca, na Arábia Saudita, a um mês da peregrinação muçulmana anual do hajj, anunciou a coligação árabe que intervém no Iémen.