sicnot

Perfil

Mundo

Novo tiroteio num campus universitário nos EUA faz 1 morto e 3 feridos

Um atirador matou uma pessoa e feriu outras três na noite de quinta-feira numa universidade no estado norte-americano do Arizona, divulgaram hoje os responsáveis do estabelecimento de ensino.

SIC

Este incidente acontece uma semana depois de outro tiroteio em outro campus universitário norte-americano que fez nove mortos.

"Informações confirmadas: quatro vítimas, um morto e três feridos. O atirador está sob custódia policial. A situação está controlada. O campus não está sob ordem de recolhimento", escreveram os responsáveis pela Universidade de Northern Arizona (NAU) na rede social Twitter.

A NAU está localizada na cidade de Flagstaff, no Arizona, na região sudoeste dos Estados Unidos.

Os motivos do presumível autor do tiroteio ainda não são conhecidos e as autoridades locais não confirmaram, até ao momento, se as vítimas são estudantes da universidade.

Está prevista para hoje à tarde uma conferência de imprensa no campus universitário.

Na semana passada, um jovem de 26 anos, fortemente armado, matou nove pessoas no campus universitário de Umpqua, Roseburg, no estado de Oregon (noroeste). Depois dos disparos, o atirador, identificado como Chris Harper Mercer, suicidou-se.

Este caso veio relançar o polémico debate sobre o controlo de armas nos Estados Unidos.

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai hoje encontrar-se com as famílias das vítimas do tiroteio de Roseburg.

Algumas horas depois do tiroteio no campus universitário de Umpqua, ocorrido no passado dia 01 de outubro, Obama expressou a sua emoção e a sua indignação, criticando a "inércia" do Congresso norte-americano, de maioria republicana, que recusa legislar regras mais restritas para a venda de armas nos Estados Unidos.

Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.