sicnot

Perfil

Mundo

Dois novos suspeitos líbios identificados no caso do atentado de Lockerbie

Dois novos suspeitos, de nacionalidade líbia, foram identificados no caso do atentado contra um avião da companhia norte-americana Pan Am que caiu em Lockerbie, na Escócia, em 1988, causando 270 mortos, anunciou hoje a justiça britânica.

Reuters/Arquivo

Reuters/Arquivo

© Russell Cheyne / Reuters

Os "dois indivíduos são suspeitos de envolvimento no atentado, como Abdelbaset al-Megrahi", informou o Serviço do Procurador da Coroa escocês em comunicado.

Megrahi, único condenado neste caso, em 2001, morreu em maio de 2012 na Líbia, depois de ter sido libertado pelo governo escocês três anos antes devido a razões de saúde.

O principal procurador da Escócia mandou hoje uma carta ao procurador-geral líbio em Tripoli, onde identifica os suspeitos e pede colaboração.

A Líbia admitiu responsabilidade pelo atentado em 2003 e o regime de Muammar Kadhafi pagou 2,7 mil milhões de dólares (2,4 mil milhões de euros) em compensações às famílias das vítimas, entre um conjunto de medidas visando uma aproximação ao Ocidente.

Desde a queda do regime de Kadhafi em 2011, detetives britânicos e norte-americanos têm viajado para a Líbia para tentarem identificar outros responsáveis pelo crime.

Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC