sicnot

Perfil

Mundo

Ex-candidato presidencial Manuel Rosales preso à chegada à Venezuela

O ex-candidato presidencial da Venezuela Manuel Rosales, que fugiu para o exílio depois de ter sido acusado de corrupção em 2009, foi preso no aeroporto de Maracaibo quando regressava de Aruba, anunciaram hoje as autoridades.

© Edgard Garrido / Reuters

Rosales "foi detido hoje por funcionários do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin) no aeroporto internacional La Chinita, quando chegou de um voo procedente de Aruba", informaram as autoridades em comunicado, sublinhando que o ex-candidato será presente a um tribunal de Caracas nas próximas horas.

O jornal El Universal relata, na sua edição online, que o fundador do partido Um Novo Tempo (UNT) tinha publicado uma fotografia numa rede social, onde aparecia com o bilhete de avião na mão antes de embarcar, o que terá levado a polícia venezuelana a esperar o ex-candidato no aeroporto da cidade de Maracaibo.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.