sicnot

Perfil

Mundo

EUA dispostos a falar com Coreia do Norte se esta renunciar ao nuclear

O Presidente norte-americana, Barack Obama, afirmou hoje que os EUA estavam prontos para dialogar com a Coreia do Norte, se esta renunciasse à arma nuclear.

RON SACHS / POOL

"Estamos prontos (...) para dialogar com os países com os quais temos tido uma história de conflito, mas Kim Jong-Un (número um do regime norte-coreano) deve compreender que não pode ter desenvolvimento económico enquanto estiver orientado para as armas nucleares", declarou Obama.

O dirigente norte-americano exprima-se na Casa Branca durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo sul-coreano, Park Geun-Hye.

"O programa de mísseis de Kim Jong-Un apenas conseguiu reforçar o isolamento da Coreia do Norte", considerou.

"O Presidente Park e eu próprio reafirmamos que os nossos países nunca aceitarão que a Coreia do Norte se torne um Estado dotado de armas nucleares", insistiu Obama.

Ao presidir a uma parada das suas tropas e, 10 de outubro, Kim Jong-Un tinha garantido que a Coreia do Norte estava pronta para enfrentar qualquer ameaça dos EUA.

O regime de Pyongyang realizou três ensaios nucleares, em outubro de 2006, maio de 2009 e fevereiro de 2013, e ameaçou fazer um quarto, no quadro de um programa de armas nucleares e de mísseis que o país fez apesar das sanções internacionais.

Um estudo publicado pelo Instituto para a Ciência e a Segurança Internacional, baseado nos EUA, estimou que a Coreia do Norte dispunha de 10 a 16 armas nucleares no final de 2014.

Lusa

  • EUA vão prolongar presença militar no Afeganistão até 2017
    0:54

    Mundo

    Os Estados Unidos vão prolongar a presença militar no Afeganistão até 2017. O anúncio foi feito esta quinta-feira pelo Presidente Barack Obama, que justifica a decisão com o facto das tropas afegãs ainda não estarem preparadas para defender o país dos grupos terroristas.

  • Obama envia tropas para os Camarões para combater Boko Haram

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Barack Obama, informou hoje que pretende enviar 300 militares para a República dos Camarões para operações de inteligência, vigilância e reconhecimento. Segundo um comunicado divulgado hoje pela Casa Branca, Barack Obama anunciou que já foram enviadas 90 pessoas armadas para auto-defesa daquele país africano, que foi vítima de ataques da organização fundamentalista islâmica Boko Haram.

  • O dia em que o Brexit começa
    1:25

    Brexit

    A primeira-ministra britânica já assinou a carta que vai enviar ao Conselho Europeu para formalizar a vontade do Reino Unido de sair da União Europeia. O artigo 50.º do Tratado de Lisboa será ativado nas próximas horas. Na véspera, Theresa May recebeu da Escócia um novo contratempo político.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Governo vai dar mais meios à investigação criminal
    2:34

    País

    A ministra da Justiça garante que o Governo vai dar mais meios à investigação criminal, mas assegura que não vai mexer nos prazos dos inquéritos. A questão tem sido insistentemente levantada pela defesa de José Sócrates, que se queixa de que a Operação Marquês já ultrapassou todos os prazos.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.