sicnot

Perfil

Mundo

EUA dispostos a falar com Coreia do Norte se esta renunciar ao nuclear

O Presidente norte-americana, Barack Obama, afirmou hoje que os EUA estavam prontos para dialogar com a Coreia do Norte, se esta renunciasse à arma nuclear.

RON SACHS / POOL

"Estamos prontos (...) para dialogar com os países com os quais temos tido uma história de conflito, mas Kim Jong-Un (número um do regime norte-coreano) deve compreender que não pode ter desenvolvimento económico enquanto estiver orientado para as armas nucleares", declarou Obama.

O dirigente norte-americano exprima-se na Casa Branca durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo sul-coreano, Park Geun-Hye.

"O programa de mísseis de Kim Jong-Un apenas conseguiu reforçar o isolamento da Coreia do Norte", considerou.

"O Presidente Park e eu próprio reafirmamos que os nossos países nunca aceitarão que a Coreia do Norte se torne um Estado dotado de armas nucleares", insistiu Obama.

Ao presidir a uma parada das suas tropas e, 10 de outubro, Kim Jong-Un tinha garantido que a Coreia do Norte estava pronta para enfrentar qualquer ameaça dos EUA.

O regime de Pyongyang realizou três ensaios nucleares, em outubro de 2006, maio de 2009 e fevereiro de 2013, e ameaçou fazer um quarto, no quadro de um programa de armas nucleares e de mísseis que o país fez apesar das sanções internacionais.

Um estudo publicado pelo Instituto para a Ciência e a Segurança Internacional, baseado nos EUA, estimou que a Coreia do Norte dispunha de 10 a 16 armas nucleares no final de 2014.

Lusa

  • EUA vão prolongar presença militar no Afeganistão até 2017
    0:54

    Mundo

    Os Estados Unidos vão prolongar a presença militar no Afeganistão até 2017. O anúncio foi feito esta quinta-feira pelo Presidente Barack Obama, que justifica a decisão com o facto das tropas afegãs ainda não estarem preparadas para defender o país dos grupos terroristas.

  • Obama envia tropas para os Camarões para combater Boko Haram

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Barack Obama, informou hoje que pretende enviar 300 militares para a República dos Camarões para operações de inteligência, vigilância e reconhecimento. Segundo um comunicado divulgado hoje pela Casa Branca, Barack Obama anunciou que já foram enviadas 90 pessoas armadas para auto-defesa daquele país africano, que foi vítima de ataques da organização fundamentalista islâmica Boko Haram.

  • "Claramente que há mandantes e que foi uma operação organizada"
    4:14

    Crise no Sporting

    Os 23 detidos por suspeitas de terem participado no ataque à Academia de Alcochete ficaram em prisão preventiva. Miguel Sousa Tavares considera que a decisão "é mais para ser exemplar". O comentador da SIC acredita que há mandantes e que esta foi uma "operação organizada". Sousa Tavares diz ainda que os "políticos não têm coragem para impor as leis" e que em Portugal "brinca-se com a lei".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.

  • Jovem britânico em fuga é detido depois de responder à polícia no Facebook

    Mundo

    Através do Facebook, a polícia de West Yorkshire mostrou-se preocupada perante o desaparecimento de um jovem de 21 anos e pediu por informações que pudessem leva-los a descobrir Leon Smith. Contudo, o que não deveriam estar à espera, era que o próprio desaparecido respondesse na rede social e que desafiasse a polícia a "fazer o seu trabalho". As autoridades acabaram por localizar o jovem no mesmo dia.

    SIC