sicnot

Perfil

Mundo

EUA dispostos a falar com Coreia do Norte se esta renunciar ao nuclear

O Presidente norte-americana, Barack Obama, afirmou hoje que os EUA estavam prontos para dialogar com a Coreia do Norte, se esta renunciasse à arma nuclear.

RON SACHS / POOL

"Estamos prontos (...) para dialogar com os países com os quais temos tido uma história de conflito, mas Kim Jong-Un (número um do regime norte-coreano) deve compreender que não pode ter desenvolvimento económico enquanto estiver orientado para as armas nucleares", declarou Obama.

O dirigente norte-americano exprima-se na Casa Branca durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo sul-coreano, Park Geun-Hye.

"O programa de mísseis de Kim Jong-Un apenas conseguiu reforçar o isolamento da Coreia do Norte", considerou.

"O Presidente Park e eu próprio reafirmamos que os nossos países nunca aceitarão que a Coreia do Norte se torne um Estado dotado de armas nucleares", insistiu Obama.

Ao presidir a uma parada das suas tropas e, 10 de outubro, Kim Jong-Un tinha garantido que a Coreia do Norte estava pronta para enfrentar qualquer ameaça dos EUA.

O regime de Pyongyang realizou três ensaios nucleares, em outubro de 2006, maio de 2009 e fevereiro de 2013, e ameaçou fazer um quarto, no quadro de um programa de armas nucleares e de mísseis que o país fez apesar das sanções internacionais.

Um estudo publicado pelo Instituto para a Ciência e a Segurança Internacional, baseado nos EUA, estimou que a Coreia do Norte dispunha de 10 a 16 armas nucleares no final de 2014.

Lusa

  • EUA vão prolongar presença militar no Afeganistão até 2017
    0:54

    Mundo

    Os Estados Unidos vão prolongar a presença militar no Afeganistão até 2017. O anúncio foi feito esta quinta-feira pelo Presidente Barack Obama, que justifica a decisão com o facto das tropas afegãs ainda não estarem preparadas para defender o país dos grupos terroristas.

  • Obama envia tropas para os Camarões para combater Boko Haram

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Barack Obama, informou hoje que pretende enviar 300 militares para a República dos Camarões para operações de inteligência, vigilância e reconhecimento. Segundo um comunicado divulgado hoje pela Casa Branca, Barack Obama anunciou que já foram enviadas 90 pessoas armadas para auto-defesa daquele país africano, que foi vítima de ataques da organização fundamentalista islâmica Boko Haram.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN, liderado por Luis Ribeiro, deu início à leitura do acórdão pelas 10:30, com quatro arguidos ausentes do tribunal, entre os quais Oliveira Costa. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.