sicnot

Perfil

Mundo

EUA dispostos a falar com Coreia do Norte se esta renunciar ao nuclear

O Presidente norte-americana, Barack Obama, afirmou hoje que os EUA estavam prontos para dialogar com a Coreia do Norte, se esta renunciasse à arma nuclear.

RON SACHS / POOL

"Estamos prontos (...) para dialogar com os países com os quais temos tido uma história de conflito, mas Kim Jong-Un (número um do regime norte-coreano) deve compreender que não pode ter desenvolvimento económico enquanto estiver orientado para as armas nucleares", declarou Obama.

O dirigente norte-americano exprima-se na Casa Branca durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo sul-coreano, Park Geun-Hye.

"O programa de mísseis de Kim Jong-Un apenas conseguiu reforçar o isolamento da Coreia do Norte", considerou.

"O Presidente Park e eu próprio reafirmamos que os nossos países nunca aceitarão que a Coreia do Norte se torne um Estado dotado de armas nucleares", insistiu Obama.

Ao presidir a uma parada das suas tropas e, 10 de outubro, Kim Jong-Un tinha garantido que a Coreia do Norte estava pronta para enfrentar qualquer ameaça dos EUA.

O regime de Pyongyang realizou três ensaios nucleares, em outubro de 2006, maio de 2009 e fevereiro de 2013, e ameaçou fazer um quarto, no quadro de um programa de armas nucleares e de mísseis que o país fez apesar das sanções internacionais.

Um estudo publicado pelo Instituto para a Ciência e a Segurança Internacional, baseado nos EUA, estimou que a Coreia do Norte dispunha de 10 a 16 armas nucleares no final de 2014.

Lusa

  • EUA vão prolongar presença militar no Afeganistão até 2017
    0:54

    Mundo

    Os Estados Unidos vão prolongar a presença militar no Afeganistão até 2017. O anúncio foi feito esta quinta-feira pelo Presidente Barack Obama, que justifica a decisão com o facto das tropas afegãs ainda não estarem preparadas para defender o país dos grupos terroristas.

  • Obama envia tropas para os Camarões para combater Boko Haram

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Barack Obama, informou hoje que pretende enviar 300 militares para a República dos Camarões para operações de inteligência, vigilância e reconhecimento. Segundo um comunicado divulgado hoje pela Casa Branca, Barack Obama anunciou que já foram enviadas 90 pessoas armadas para auto-defesa daquele país africano, que foi vítima de ataques da organização fundamentalista islâmica Boko Haram.

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.