sicnot

Perfil

Mundo

Elefante de tamanho invulgar morto por caçador no Zimbabué

Um turista alemão matou hoje um dos maiores elefantes vistos nos últimos anos no Zimbabué, anunciaram grupos de defesa dos animais, reacendendo o debate sobre o 'turismo de caça' em África.

Tsvangirayi Mukwazhi

O caçador, não identificado, terá pago 60 mil dólares para matar o elefante, que tinha pelo menos 50 anos, numa propriedade privada perto da fronteira com a África do Sul, desencadeando protestos dos operadores turísticos e de grupos de conservação da natureza.

A notícia surge depois de, neste verão, um médico norte-americano ter matado um dos leões mais conhecidos em África, o 'Cecil', lançando um debate sobre o turismo de caça no continente africano.

"Este elefante tinha mais de 50 anos e foi atingido mortalmente a tiro fora do Parque Nacional de Gonarezhou na quinta-feira", disse à AFP o presidente da Associação de Operadores Turísticos de Safari do Zimbabué, Emmanuel Fundira.

O responsável acrescentou que o elefante era "tão grande que as suas presas quase batiam no chão quando ele estava em pé", acrescentando: "Nunca vimos um animal tão grande".

Lusa