sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 8 milhões de etíopes necessitam de assistência alimentar urgente

Pelo menos 8,2 milhões de pessoas necessitam de assistência alimentar urgente na Etiópia, anunciou hoje o governo etíope, citado num relatório do Escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) divulgado hoje.

© Radu Sigheti / Reuters

A agência das Nações Unidas apela aos parceiros humanitários para aumentarem o financiamento visando responder a crescente carência alimentar que se assiste mo presente ano e antecipar as necessidades de 2016, face ao impacto do fenómeno do El Niño, tido como o pior dos últimos 30 anos.

"A atual insegurança alimentar tem vindo expandir-se", refere a OCHA, estimando que milhares de famílias de seis regiões do país viram os meios de subsistência devastados, provocando desnutrição severa nas comunidades.

"O nível de necessidade aguda em praticamente todos os setores humanitários já ultrapassou os níveis registados na seca de 2011 e o assistido em todo Corno de África", afirma a agência das Nações Unidas.

Segundo a Agência Nacional de Meteorologia da Etiópia, o impacto do El Niño será sentido até o primeiro trimestre de 2016.

A Etiópia é um dos países menos desenvolvidos do mundo, predominantemente rural, que há anos vive uma situação de segurança alimentar grave, devido, em parte, às condições climatéricas.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".