sicnot

Perfil

Mundo

Passagem do tufão Koppu pelas Filipinas faz 22 mortos

Chuvas intensas continuam a cair nas Filipinas, inundando campos agrícolas e zonas montanhosas do norte, causadas pela passagem do tufão Koppu, que matou pelo menos 22 pessoas no país.

© Romeo Ranoco / Reuters

O Koppu perdeu força e tornou-se uma tempestade tropical, movendo-se para o Mar do Sul da China hoje de manhã, mas chuvas intensas continuam a fazer-se sentir no norte das Filipinas, onde milhares de pessoas ficaram sem casa.

"As águas subiram muito rapidamente, mas felizmente fomos salvos", disse à AFP Lourdes Gatmaitan, de 64 anos, depois de ter dormido num campo de basquetebol usado como centro de evacuação em Cabanatuan, uma cidade a cerca de três horas de Manila.

O Koppu, a segunda tempestade mais forte a atingir as Filipinas este ano, afetou cerca de 300 mil pessoas na ilha de Luzon, informou a agência oficial de gestão de desastres.

Pelo menos 22 pessoas morreram devido às cheias, deslizamentos de terras, acidentes de barco e projeção de destroços.

Nas principais regiões agrícolas, o nível das águas chegou a subir até aos telhados. Hoje, mais de 200 localidades ficaram inundadas, algumas debaixo de um metro de água, de acordo com as autoridades locais.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC