sicnot

Perfil

Mundo

Abbas pede a Israel "respeito rigoroso" das regras da Esplanada das Mesquitas

O presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, pediu hoje a Israel para respeitar rigorosamente as regras da Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém, ao falar à imprensa depois de receber o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em Ramallah.

A Grécia vai reconhecer o Estado palestiniano numa votação que decorrerá na terça-feira no Parlamento na presença do presidente da Palestina, Mahmud Abbas (AP/Arquivo)

A Grécia vai reconhecer o Estado palestiniano numa votação que decorrerá na terça-feira no Parlamento na presença do presidente da Palestina, Mahmud Abbas (AP/Arquivo)

Sergei Ilnitsky

"A contínua ocupação e agressão contra lugares santos cristãos e muçulmanos em Jerusalém-leste, especialmente contra Al-Aqsa, abrem a porta a um conflito religioso que infelizmente começou", disse Abbas à imprensa.

"Não o queremos e estamos a alertar para as suas consequências", acrescentou, acusando Israel de não respeitar as regras que desde 1967 regem o local.

Segundo as regras, os judeus podem visitar o local, o terceiro mais sagrado do Islão, mas apenas os muçulmanos ali podem rezar.

Nas últimas semanas, no entanto, devido à celebração dos feriados religiosos judeus, o afluxo maciço de judeus ao local e as limitações impostas por Israel aos muçulmanos suscitaram uma vaga de violência.

Ban Ki-moon esteve hoje em Ramallah, na Cisjordânia, depois de se ter reunido na terça-feira em Jerusalém com os dirigentes israelitas, para pressionar ambas as partes a pôr rapidamente fim à violência das últimas semanas.

"Continuaremos a apoiar todos os esforços necessários para criar as condições para verdadeiras negociações. Mas cabe aos palestinianos e aos israelitas escolher a paz. O nosso desafio mais urgente é pôr fim à atual vaga de violência e impedir que haja mais mortes", disse Ban na conferência de imprensa com Abbas.

O responsável máximo da ONU acrescentou que "a única forma de pôr fim à violência é através de progressos visíveis para uma solução política, nomeadamente o fim da ocupação" israelita dos territórios palestinianos.

Lusa

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38