sicnot

Perfil

Mundo

Carbono emitido por incêndios na Indonésia excede as emissões dos EUA

Os incêndios que lavram em vastas áreas da Indonésia estão a emitir diariamente mais gases de efeito estufa para a atmosfera do que a economia norte-americana, de acordo com estimativas de organizações ecologistas.

Reuters

Há quase dois meses que milhares de incêndios, causados por queimadas em terrenos agrícolas, estão a envolver os países vizinhos numa densa nuvem de fumo, causando doenças respiratórias e levando países como a Malásia a encerrarem as escolas e cancelarem voos.

Recorrendo a dados da Global Fire Emissions Database, o World Resources Institute (WRI) indicou, num relatório recentemente publicado, que desde setembro que as emissões de carbono provenientes dos incêndios tinham excedido a média diária dos Estados Unidos em 26 dos 44 dias.

Os Estados Unidos são o segundo maior emissor de gases de efeito estufa do mundo, a seguir à China.

"A queima de áreas pantanosas de extração de turfa é significativa para as emissões de gases de efeito estufa porque estas áreas armazenam as maiores quantidades de carbono na Terra, acumuladas ao longo de anos", explica o WRI, referindo-se a grande parte dos terrenos afetados pelas chamas.

"Drenar e queimar estas zonas para expansão agrícola, como conversão para produção de óleo de palma e celulose, resulta em enormes picos de emissões de gases de efeito estufa", acrescenta o instituto.

A Malásia, que nas últimas semanas tem repetidamente ordenado o encerramento das escolas, voltou a fazê-lo hoje, devido ao terceiro dia consecutivo com níveis de poluição muito elevados.

  • "É pesado dizer a miúdos que ainda ontem os pais estavam a ensinar o atar ténis que vão ficar em prisão preventiva"
    2:49
  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.