sicnot

Perfil

Mundo

Embaixador de Portugal em Luanda visita Luaty Beirão amanhã

O embaixador de Portugal em Luanda visita quinta-feira Luaty Beirão, que entrou hoje no 31º dia de fome de protesto pela manutenção da sua prisão fora dos prazos legais, disse à Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros português.

A visita do embaixador João da Câmara está marcada para as 11:00 (mesma hora em Portugal), na clínica privada em que Luaty Beirão está internado desde o passado dia 15.

Luaty Beirão é um dos rostos mais visíveis da contestação ao regime angolano e já chegou a ser preso pela polícia em manifestações de protesto.

O ativista luso-angolano integra um grupo de mais 16 pessoas - duas em liberdade provisória - que foram acusadas formalmente, desde 16 de setembro passado, de prepararem uma rebelião e um atentado contra o Presidente angolano, mas sem que haja uma decisão do tribunal de Luanda sobre a prorrogação da prisão preventiva em que se encontram.

Denunciando que está detido ilegalmente, por se ter esgotado o prazo máximo de 90 dias de prisão preventiva (20 de junho a 20 de setembro) sem nova decisão, Luaty Beirão, também engenheiro de formação, entrou em greve de fome.

Tornou-se na última semana foco principal das vigílias que se realizaram em Luanda e que levaram à intervenção policial para a sua desmobilização.

No passado dia 17, representantes de cinco embaixadas europeias em Luanda, incluindo Portugal, visitaram o ativista angolano.

Lusa

  • Luaty Beirão responsabiliza Presidente angolano por consequências de greve de fome
    4:02

    Mundo

    Luaty Beirão responsabiliza o Presidente de Angola pelas consequências da greve de fome que cumpre em Luanda há 28 dias. Luaty considera que os seus direitos constitucionais estão a ser desrespeitados. O ativista luso-angolano de 33 anos está detido desde 20 de junho, acusado, com outros 16 arguidos, de participação num atentado contra o Presidente. O período de detenção provisória terminou a 20 de setembro. No dia 21, Luaty Beirão iniciou a greve de fome.

  • Governo português quer um encontro a sós com Luaty Beirão
    2:17

    País

    O Governo português quer um encontro a sós, nos próximos dias, com Luaty Beirão, o ativista político angolano que está em greve de fome há 29 dias. Contactado pela SIC,o Ministério Português dos Negócios Estrangeiros adianta que há abertura das autoridades angolanas para a realização deste encontro de um diplomata português com Luaty Beirão e que falta apenas marcar uma data.

  • SIC faz-se à estrada para ouvir eleitores
    2:13
  • Furacão Maria ameaça Ilhas Virgens e Porto Rico

    Mundo

    O furacão Maria "potencialmente catastrófico" está a ameaçar as Ilhas Virgens e o Porto Rico, depois de esta terça-feira ter semeado a destruição na Dominica e provocado um morto e dois desaparecidos na ilha francesa de Guadalupe.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.

  • Escola na Croácia usa imagem de Melania Trump para chamar alunos

    Mundo

    "Imagine até onde pode ir com um pouco de inglês", foi com estas palavras que uma escola de inglês da Croácia decidiu promover as suas aulas, juntando ainda a fotografia de Melania Trump ao placard do anúncio. Agora, a primeira-dama norte-americana ameaça levar o Instituo Americki a tribunal. Entretanto, o placard já foi retirado do local.

    SIC