sicnot

Perfil

Mundo

Putin denuncia "jogo duplo" do ocidente com os "terroristas" na Síria

O Presidente russo Vladimir Putin denunciou hoje o "jogo duplo" dos ocidentais com os "terroristas" na Síria, enquanto o exército russo afirmou ter colocado parte das forças rebeldes "fora de combate", e na véspera de conversações sobre o conflito.

Reuters

Reuters

© POOL New / Reuters

"É sempre difícil conduzir um jogo duplo: dizer que lutamos contra os terroristas e em simultâneo tentar utilizar uma parte deles para fazer avançar os seus piões no Médio Oriente e servir os seus interesses", declarou Putin no decurso do fórum do Clube de Vladai em Sochi, sul da Rússia.

"É uma ilusão acreditar que será possível desembaraçarem-se de seguida de uma parte deles", prosseguiu, numa óbvia alusão aos ocidentais, apelando a que "não se brinquem com as palavras e se classifiquem os terroristas de moderados e não moderados".

O líder do Kremlin alertou ainda que caso Damasco e Bagdad ficassem sob controlo do grupo Estado Islâmico (EI), seria um "trampolim para a sua expansão mundial".

As declarações de Putin surgiram na véspera de um encontro em Viena entre o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, e os seus homólogos norte-americano, John Kerry, saudita, Adel al-Jubeir, e turco, Feridun Sinirlioglu, os ministros dos Negócios Estrangeiros mais hostis à permanência de Bachar al-Assad no poder.

Em paralelo às negociações diplomáticas, a Rússia prosseguiu hoje a sua intervenção militar na Síria. O exército russo disse ter bombardeado 72 alvos de "grupos terroristas" nas últimas 24 horas.

Lusa

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC