sicnot

Perfil

Mundo

Putin denuncia "jogo duplo" do ocidente com os "terroristas" na Síria

O Presidente russo Vladimir Putin denunciou hoje o "jogo duplo" dos ocidentais com os "terroristas" na Síria, enquanto o exército russo afirmou ter colocado parte das forças rebeldes "fora de combate", e na véspera de conversações sobre o conflito.

Reuters

Reuters

© POOL New / Reuters

"É sempre difícil conduzir um jogo duplo: dizer que lutamos contra os terroristas e em simultâneo tentar utilizar uma parte deles para fazer avançar os seus piões no Médio Oriente e servir os seus interesses", declarou Putin no decurso do fórum do Clube de Vladai em Sochi, sul da Rússia.

"É uma ilusão acreditar que será possível desembaraçarem-se de seguida de uma parte deles", prosseguiu, numa óbvia alusão aos ocidentais, apelando a que "não se brinquem com as palavras e se classifiquem os terroristas de moderados e não moderados".

O líder do Kremlin alertou ainda que caso Damasco e Bagdad ficassem sob controlo do grupo Estado Islâmico (EI), seria um "trampolim para a sua expansão mundial".

As declarações de Putin surgiram na véspera de um encontro em Viena entre o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, e os seus homólogos norte-americano, John Kerry, saudita, Adel al-Jubeir, e turco, Feridun Sinirlioglu, os ministros dos Negócios Estrangeiros mais hostis à permanência de Bachar al-Assad no poder.

Em paralelo às negociações diplomáticas, a Rússia prosseguiu hoje a sua intervenção militar na Síria. O exército russo disse ter bombardeado 72 alvos de "grupos terroristas" nas últimas 24 horas.

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.