sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Sul confirma cimeira com Japão com "mulheres de conforto" na agenda

A Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-Hye, vai reunir-se com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, na próxima semana, em Seul, com o delicado assunto das "mulheres de conforto" incluído na agenda, anunciou hoje a Casa Azul.

reuters

Em comunicado, a presidência sul-coreana indica que os dois líderes vão encontrar-se na próxima segunda-feira para "trocar ideias sobre questões de interesse mútuo", incluindo o tema sensível das "mulheres de conforto", a maioria coreanas, obrigadas a prostituírem-se em "bordéis do exército" imperial japonês durante a II Guerra Mundial.

Tratar-se-á do primeiro encontro entre Park Geun-Hye e Shinzo Abe, após um demorado "congelamento" das relações diplomáticas, em que a chefe de Estado sul-coreana repetidamente recusou sentar-se à mesa com o primeiro-ministro japonês.

Uma porta-voz da presidência detalhou que o encontro vai ter lugar à margem da cimeira trilateral de líderes, que inclui o primeiro-ministro da China, Li Keqiang.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.