sicnot

Perfil

Mundo

Exército da Nigéria liberta 338 reféns do grupo radical islâmico Boko Haram

Tropas nigerianas resgataram 338 pessoas, sobretudo mulheres e crianças, detidas pelo grupo radical islâmico Boko Haram no seu refúgio na região da floresta de Sambisa no nordeste da Nigéria, informou hoje o exército num comunicado.

reuters

"A unidade resgatou 338 pessoas que eram reféns dos terroristas", indicou, adiantando que a operação militar ocorreu na terça-feira e que 192 dos sobreviventes são crianças e 138 mulheres.

O ataque do exército teve como alvo "presumíveis campos terroristas do Boko Haram nas localidades de Bulajilin e Manawashe" na orla da floresta de Sambisa.

As tropas mataram 30 alegados 'jihadistas' e apreenderam armas e munições que se encontravam num esconderijo, adianta o comunicado.

O exército da Nigéria tem reivindicado nos últimos meses várias vitórias contra o Boko Haram, cuja revolta desde 2009 já causou a morte de pelo menos 17.000 pessoas e obrigou mais de 2,5 milhões a abandonar as suas casas.

Os fundamentalistas pretendem criar um estado islâmico no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano, ao contrário do sul, de maioria cristã.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.