sicnot

Perfil

Mundo

Sondagem dá vitória à Frente Nacional nas eleições regionais francesas

O partido de extrema-direita francês Frente Nacional (FN), de Marine Le Pen, será o mais votado na primeira volta das eleições regionais, que se celebram em França a 6 de dezembro, segundo uma sondagem publicada esta quinta-feira.

A líder da Frente Nacional francesa, Marine Le Pen.

A líder da Frente Nacional francesa, Marine Le Pen.

© Robert Pratta / Reuters

De acordo com a sondagem, realizada pelo instituto TNS Sofres e divulgada no Le Figaro e noutros órgãos de imprensa, a FN reúne 28% das intenções de voto, um ponto percentual à frente do partido conservador Os Republicanos, do ex-Presidente Nicolas Sarkozy.

Os socialistas do Presidente François Hollande serão, de acordo com o inquérito, a terceira força mais votada, com 21% dos sufrágios, ficando à frente de outras forças de esquerda, como os ecologistas (8%) e a Frente de Esquerdas (6%).

Para Emmanuel Rivière, do instituto TNS Sofres, a sondagem mostra que "o tripartidarismo está firme em França, com a FM como um partido de forte dinâmica".

O estudo conclui ainda que 92% dos eleitores que votaram em Marine Le Pen nas presidenciais de 2012 se mantêm fiéis à Frente Nacional, enquanto Hollande apenas conserva 62% dos que o levaram ao Elíseu, e Sarkozy mantém do seu lado 67% dos que o levaram a ser o segundo candidato mais votado no escrutínio de há três anos.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.